Se você não Compartilhar, ninguém vai saber!!!

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Bill e Melinda Gates



Microsoft e família contribuem para a melhoria da condição humana.

Por Maria Augusta Ribeiro do Blog Belicosa


O fundador da Microsoft e sua esposa são engajados no social. Ajudam  a melhorar a vida de muitos, investem em pesquisas na área de saúde e doam milhões para projetos sociais ao redor do mundo.

A fundação Bill e Melinda Gates foi criada em 2000 com o objetivo de lutar contra a pobreza mundial. Assim contribuições milionárias a saúde, educação e moradia fazem da instituição um nome de credibilidade no humanitarismo.

E o que torna o trabalho da fundação diferenciado são os investimentos em pesquisas na área de saúde, financiando novas pesquisas, criando mais medicamentos e levando socorro a locais devastados.

A organização que se especializa em angariar dinheiro e inves.... Leia mais em Belicosa.com.br

Mais sujeira: Ex-PTista vomita podres de #LULA


m


URGENTE: PODRIDÃO - ENVIEM, PELO AMOR QUE TEMOS PELO BRASIL, ESTA MENSAGEM PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS POSSÍVEL! SALVEM O NOSSO BRASIL!

PUBLICADO POR CRISTINA BENEVIDES
COM LULA NO GOVERNO, O BRASIL SE TORNOU O PARAÍSO Nº1 DO CAPITAL FINANCEIRO ESPECULATIVO INTERNACIONAL!
Image
***

ex-petista vomita os podres do lula

O Último Apelo aos Brasileiros Honestos e de Bom Senso
José Guimarães dos Santos Silva – Jornalista
Se vocês, como eu, se consideram cidadãos brasileiros, são trabalhadores e ainda acreditam que o Brasil pode dar certo, peço alguns minutos de sua atenção para a leitura destas linhas, pois eleição é coisa muito séria!
Sou jornalista há 31 anos, fui militante do PT por 15 anos consecutivos e atuei junto ao Diretório Nacional do PT com sede na cidade de São Paulo. Por esses motivos conheci e convivi pessoalmente com o Presidente Lula. Votei no Lula em todas as eleições das quais ele participou. O Lula era tido por mim como um grande amigo e camarada, até o dia em que ele saiu da oposição e começou a governar.
Todos os princípios e idéias que compartilhávamos pelos quais lutávamos foram traídos e abandonados pelo meu “EX-GRANDE AMIGO” LULA.
Então aqui vão minhas justificativas:
 
O Prefeito assassinado de Santo André, Celso Daniel, que também era meu amigo, foi morto a mando do Lula, da cúpula do PT (Zé Dirceu e Genoino) e da “Máfia de Ribeirão Preto” (comandada pelo Antonio Palocci).
Celso Daniel era muito teimoso e gostava de fazer as coisas do jeito dele, o que desagradava aos dirigentes do nosso partido (PT). Quando o Celso Daniel interviu no funcionamento da “Máfia dos Transportes de Santo André”, que era controlada pela cúpula Petista, minguou o dinheiro que era desviado para o PT e que era uma das maiores fontes utilizadas para financiar as campanhas; esse dinheiro ia para as mãos do grande coordenador de campanhas do PT, o ex-Ministro Antonio Palocci junto com Ze Dirceu.
Celso Daniel atrapalhou os planos do PT e pagou com a própria vida por esse “erro”. O Toninho do PT, de Campinas, também pagou com a vida por se insubordinar ao Lula e ao Zé Dirceu.
Quando estava à frente da Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy armou o esquema de contratações de empreiteiras para fazer coleta de lixo sem realizar licitação. Os donos das empreiteiras beneficiadas eram todos amigos da família de Marta e foram todos doadores da campanha dela.
Além disso, cada empreiteira tinha que pagar uma quantia mensal para poder continuar trabalhando, sendo que os valores arrecadados eram desviados para “financiar campanhas” e, como Lula sempre dizia com certo sarcasmo: …”A Marta é rica e não precisa desse dinheiro, vamos usar essas (notas) aqui para outros fins mais agradáveis ao nosso bolso”…
Os juros são um assunto que dá arrepios. NOSSA TAXA DE JUROS REAIS É A MAIS ALTA DO MUNDO! Até o FMI e as Agências de Classificação de Risco Internacionais sinalizaram que o governo brasileiro poderia abaixar os juros mais drasticamente e diminuir o superávit primário (o dinheiro reservado para pagar a Divida Externa). Mas meu ex-amigo Lula preferiu manter os juros altos e aumentar o superávit primário, estrangulando a economia brasileira, que por isso praticamente não cresceu durante todo o governo (enquanto os outros países em desenvolvimento cresceram 6% ao ano, em média, o Brasil cresceu 2%).
Assim, as indústrias não cresceram e tiveram que demitir empregados, a agricultura que vinha bem ao longo dos últimos 12 anos ajudando o país a fechar as contas “no azul”, também entrou em colapso, e hoje o setor está amplamente endividado, desde os pequenos até os grandes produtores. O custo de vida aumentou. Os impostos aumentaram. As tarifas públicas aumentaram. Com a estagnação e o desemprego, a marginalidade explodiu em todos os grandes centros urbanos.
E os bancos? Bem, os bancos brasileiros tiveram os maiores lucros da história do Brasil por quatro anos seguidos (durante todo o governo Lula), e as ações dos três maiores bancos privados do Brasil (Bradesco, Itaú e Unibanco) valorizaram-se mais do que as do CitiGroup, que é a maior instituição financeira do mundo, com sede em Nova York, nos E.U.A., e mais do que as ações do Banco Santander, que é o maior banco da Europa da “Zona do Euro”. COM LULA NO GOVERNO, O BRASIL SE TORNOU O PARAÍSO Nº1 DO CAPITAL FINANCEIRO ESPECULATIVO INTERNACIONAL!
Enquanto milhares de brasileiros passam fome e não têm emprego, e a frota de ônibus dos nossos grandes centros urbanos está sucateada, Lula mandou o BNDES dar dinheiro ao ditador cubano Fidel Castro para a compra de milhares de ônibus novos produzidos na China para eles!
Todos sabemos que nunca mais veremos a cor desse dinheiro e que ele poderia ter sido muito melhor utilizado no financiamento de ônibus para as cidades daqui no Brasil (afinal, o dinheiro é NOSSO), comprando veículos produzidos aqui mesmo, ativando a indústria automobilística nacional (talvez assim não haveria aqui milhares de metalúrgicos sendo demitidos todos os dias), gerando crescimento, emprego e renda, que é o que o povo precisa!
Mas Lula está enganando o povo com uma esmola chamada Bolsa Família, que não chega à maior parte dos brasileiros necessitados, ficando nas mãos de intermediários corruptos!
Lula fez também o BNDES dar dinheiro ao Hugo Chávez da Venezuela, que por sua vez está nadando em dólares que ele obtém vendendo petróleo aos Estados Unidos. Nós tambem nunca mais veremos esse dinheiro…
E Lula mandou o BNDES dar dinheiro a Evo Morales da Bolívia, que todos sabem que é um narcotraficante, e que por sua vez roubou a nossa Petrobras (que havia investido mais de 1 bilhão de dólares do dinheiro dos brasileiros naquele país). Evo Morales deu a nossa Petrobras que está na Bolívia de presente a Hugo Chávez e ainda subiu o preço do gás vendido a nós brasileiros.
Ele fez isso em uma reunião a portas fechadas que os dois tiveram com o cubano Fidel Castro. Evo Morales, Hugo Chávez e Fidel Castro colocaram a nação brasileira de joelhos, e Lula com o Chanceler Celso Amorim. PANACAS, ainda disseram que eles tem o direito de fazer isso!
Esta é liderança de Lula na América do Sul: Lula dá o dinheiro e o patrimônio do povo brasileiro a esses três ladrões, e os três riem e chutam o traseiro de LULA e do povo brasileiro! Mas o que mais me decepcionou foi descobrir que o meu ex-partido, o PT, TEM LIGAÇÕES íntimas COM as “GUERRILHAS e os TRAFICANTES de DROGAS” da Colômbia, do Peru e da Bolívia, e que o PT TEM LIGAÇÕES COM o TRÁFICO de ARMAS e com o CRIME ORGANIZADO do Brasil!
Lula e o PT têm vínculos intimos com os atentados violentos perpetrados pela facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) no Estado de São Paulo. Eu sei porque fui informado por ex-companheiros de partido e tambem porque as táticas utilizadas pelo PCC são típicas de guerrilha urbana, exatamente iguais às táticas que o Zé Dirceu e Zé Genoino aprenderam em Cuba, e que eles nos ensinavam nos idos dos anos 80 em algumas fazendas de “amigos do PT”, época essa em que ainda acreditávamos que devíamos fazer guerrilha.
Agora meu ex-amigo Lula e meu ex-partido PT estão às voltas com um dossiê falsificado e encomendado de última hora a algumas facções criminosas que têm ligação com o partido!
Quando eu estava lá no PT com Lula, Zé Dirceu, Genoino, Aloísio Mercadante, Marta Suplicy, Eduardo Suplicy, Erundina, Mentor, Antonio Palocci, Delúbio Soares, Ricardo Berzoini e tantos outros, eu ouvia que devíamos fazer tudo para conquistar e manter o poder, mas eu não imaginava que esse “tudo” incluía roubo, seqüestro, assassinato, dilapidação do patrimônio público, enriquecimento ilícito, envio de dólares para o Caribe e para a Suíça, formação de quadrilha, tráfico de armas e de drogas e tudo o mais que Lula e o PT vêm fazendo nos últimos quatro anos!!!
Por isso tudo (e por muitas outras coisas que não posso nem vou aqui mencionar) e porque OS CONHEÇO MUITO BEM….. volto a pedir:
NÃO VOTEM NO LULA! NÃO VOTEM NO PT! O PT SE TRANFORMOU NUMA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA! LULA SE TRANSFORMOU NUM CRIMINOSO SEM LIMITES!!!
ENVIEM, PELO AMOR QUE TEMOS PELO BRASIL, ESTA MENSAGEM PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS POSSÍVEL! SALVEM O NOSSO BRASIL!!!
José Guimarães dos Santos Silva – Jornalista e Ex-Petista
EDSON F. NASCIMENTO – RIBEIRÃO PRETO-SP
PSIQUIATRA E PSICOTERAPEUTA – CRM/SP —–
HOMEPAGE:———————
FONES: —————–
<
p>http://gazetacwb.blogspot.com.br/2008/01/ex-petistas-vomita-os-podres-do-lula.html?m=1


Ex-PTista vomita podres de LULA, Denuncia de corrupção, mais medicos, José Guimarães dos Santos Silva – Jornalista, charge PT, Charge corrupção, 

terça-feira, 15 de abril de 2014

MAIS LAMA NA PETROBRAS - Pior que Pasadena e Abreu Lima



O ESCÂNDALO DO MONOPÓLIO DA
INDÚSTRIA PETROQUÍMICA CRIADA NO GOVERNO DO ex-presidente Luiz Inácio
Lulla da Silva COM O AVAL DA presidente Dillma Rousseff, então ministra
das Minas e Energia, (MUITO MAIOR E PIOR DO QUE OS CASOS DA PASSADENA E
ABREU LIMA).

Stream


Bruno Toscano



"O governo do PT, juntamente com seus comparsas,
expropriou do empresário Boris Gorentzvaig, fundador da indústria
petroquímica brasileira, a Petroquímica Triunfo, uma gigantesca planta
industrial localizada no interior gaúcho, produtora de matéria-prima
para a produção de plásticos. A Petrobras detinha 85% do capital da
Triunfo. Os outros 15% estavam nas mãos da família, cujo patriarca,
Boris (falecido em 2012), foi o pioneiro na implantação do Polo
Petroquímico do Sul, no fim da década de 70.

Logo que a Triunfo começou a operar, nos anos 80, a Petrobras e os 
Gorentzvaig se desentenderam. Desde então, entraram em litígio judicial 
para saber quem deveria dar as cartas na Triunfo. Para encerrar o litígio, 
o juiz Mauro Gonçalves, responsável pela causa, propôs, em junho de 2009 
que a estatal vendesse sua parte aos Gorentzvaig por 250 milhões de reais.

A Petrobras topou sair do negócio, mas cobrou um valor maior por sua
participação: 355 milhões de reais. Os Gorentzvaig concordaram com o
novo preço. O negócio deveria ser sacramentado em outubro do referido
ano, durante uma audiência de conciliação judicial. Mas a advogada da
Petrobras, Andréia Damiani, foi ao tribunal para dizer que a empresa não
queria mais acordo e alegou que já havia passado muito tempo desde que a
empresa fizera a contraproposta e "razões estratégicas" impediam a
conclusão do negócio. A advogada reclamou, também, do pedido de due
diligence, investigação contábil, jurídica e econômica feita antes do
fechamento de grandes negócios. Para ela, a due diligence iria "embolar o
meio de campo".

No mês de abril de 2009 -- e é aí que o caso se
torna curioso e nebuloso, a Petrobras decidiu repassar a Triunfo para
outra empresa, a Braskem, da qual é sócia minoritária, por 118 milhões
de reais, pagos em ações. Preferiu, portanto, de forma muito estranha,
receber 118 milhões de reais em ações por 100% da Triunfo aos 355
milhões de reais em dinheiro por 85% da mesma empresa, estes que seriam
pagos pelos Gorentzvaig. Os Gorentzvaig, minoritários na petroquímica,
foram obrigados a sair do negócio e a também aceitar ações da Braskem em
troca de sua participação. "Entregaram a Triunfo para a Braskem", diz
Caio Gorentzvaig, após verdadeira expropriação, privatizando-a,
portanto, logo após.

A Petrobras alega que o negócio é lícito e contribuiu para a "consolidação 
da indústria petroquímica nacional".
Controlada pela Odebrecht, a Braskem já era dona do polo petroquímico da
Bahia e da refinaria paulista de Paulínia, e desta forma, formou
verdadeiro monopólio no setor petroquímico do país. Dilma Rousseff,
sempre é bom lembrar, à época, era a Presidente do Conselho de
Administração da Petrobras. No Palácio do Planalto, em 4 de dezembro de
2007, várias autoridades discursaram em reunião onde a Braskem e a
UNIPAR se associaram para atuar em Camaçari: Presidente Lula: "Isso aqui
não pode terminar sem a Dilma falar". Ministra Dilma Rousseff: "É que
eu acho que é muito mais do que isso, sabe, José Sérgio (presidente da
Braskem)? Eu acho que a petroquímica foi algo importante que o País
tentou estruturar nos anos 70.

Acho que, dos anos 70 até hoje, nós demos alguns passos, mas havia uma 
grande confusão acionária que impedia que grupos extremamente pulverizados 
tivessem porte e tamanho suficientes para disputar um espaço de fornecimento 
de produtos petroquímicos aqui no Brasil e no mundo. Eu acho que hoje é um grande
passo, porque se formam dois grandes grupos privados nacionais, com a
Petrobras como minoritário relevante, estratégico e estruturante."

AO TRANSFORMAR A PETROBRAS EM ACIONISTA MINORITÁRIO, DILMA ROUSSEFF NÃO ESTARIA PRIVATIZANDO A EMPRESA? COM A PALAVRA, A CPI!

A Braskem é uma "cria" do governo Lula que, sob o comando de Dilma Rousseff, fez de tudo para que ela se desenvolvesse.


Vejam a entrevista Bombástica de um dos Donos do Dono da Petroquimica Triunfo:



Polo Petroquimico Triunfo, Pasadena, Refinaria Abreu Lima, Gorentzvaig, mar de lama na Petrobrás, Petroquimica Braskem, Petroquimica Paulinia, Odebrecht, corrupção, PT

#BOMBA! #Dilma e Conselho serão responsabilizados por Rombo na Petrobrás

Por Carlos Parrini ... 

Esse papo de dizer que não sabia de nada já não cola, mesmo porque Dilma era a Ministra e Presidente do Conselho da Estatal quando os rombos começaram. Tem centenas de assessores e advogados para lhe ajudarem a entender esses contratos fraudulentos. E vejam que não foi só Pasadena que provocou rombos na Petro, veja essas abaixo:

Empresas sob suspeita faturaram R$ 31 bilhões com a Petrobras na era PT

Levantamento do site de VEJA revela somas milionárias destinadas a empresas agora investigadas pela Operação Lava-Jato, da Polícia Federal

Daniel Haidar, do Rio de Janeiro

Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro
Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro (Leo Correa)
Um conjunto de fornecedores, agora sob suspeita, recebeu pelo menos 31,1 bilhões de reais da Petrobras desde 2003 – ano em que o PT assumiu a Presidência da República e passou a interferir diretamente na gestão da estatal. Essas empresas, que incluem as maiores empreiteiras do país, são consideradas suspeitas de abastecer financeiramente um esquema montado pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef. Eles são os 'cabeças' do esquema desvendado pela operação Lava-Jato, que encontrou sinais de corrupção nos contratos da estatal, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.
O site de VEJA levantou os contratos fechados pela estatal com 14 fornecedores que, a julgar pelos documentos apreendidos, estão sob suspeita ou comprovadamente destinaram recursos a empresas controladas por Youssef. Entre os objetivos cogitados estavam o enriquecimento ilícito da quadrilha e o financiamento de partidos e políticos, segundo a PF. Os policiais e procuradores da República encarregados da investigação possuem especial interesse por aditivos em contratações – mecanismo que permite aumentar os valores recebidos sem nova licitação. Na sexta-feira, a investigação chegou ao gabinete da presidência da Petrobras, com policiais sendo recebidos pessoalmente pela presidente Graça Foster, num encontro que resultou no recolhimento de mais de 400 páginas, dois CDs e um pendrive com arquivos referentes a contratos com fornecedores.


É aquela história: Errar uma vez é normal mas errar dezenas de vezes a ponto de deixar a Petrobrás praticamente falida, já é demais.
E outra:

‘Se a Petrobras não fosse pública, já teria quebrado’


Representante do Ministério Público no Tribunal de Contas da União afirma que a estatal de petróleo sofre com má gestão e ingerência política desde 2005´
Procurador do Ministério Público do Tribunal de Contas da União há quase duas décadas, Marinus Marsico já comprou briga com corruptos que aparelharam o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), enfrentou servidores que insistiam em receber supersalários no Congresso e participou do acordo com o Grupo OK, do senador cassado Luiz Estevão, para reaver 500 milhões de reais desviados do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. Há cerca de dois anos, revira cada detalhe da ruidosa compra da refinaria de Pasadena, no Texas, pela Petrobras, um dos mais malsucedidos negócios da história da petrolífera brasileira. Para ele, apesar de o caso Pasadena ser “indefensável”, a Petrobras sofre com desmandos políticos desde o segundo mandato do ex-presidente Lula. “A Petrobras está afundando. Há uma mistura de má gestão com o fato de ter se tornado um braço político do governo. Se a empresa não fosse pública, já teria quebrado”, disse em entrevista ao site de VEJA.
E por que ainda não quebrou? Por causa do nosso dinheiro que está sendo injetado lá. Por causa da gasolina mais cara do Planeta que tem de ser bancada pelos otários.
Voces viram como é fácil entender porque Dilma tem de ser responsabilizada? Viram porque ela não pode dizer que não sabia de nada? Como desaparecer R$ 31 Bilhões que estavam nas mãos de empresas corruptas e companheiras?
Uma coisa é certa, Dilma pagou e vai pagar caro por ter abafado a CPI da Petrobrás, mas não vai escapar dos Acionistas, MP e Oposição. Eles sabem de tudo enquanto o PT jura que não sabe de nada! Quem ganhará?

Ministério Público diz que Dilma e conselheiros da Petrobras devem ser responsabilizados


Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:
Aos menos o MPF está pegando no pé...Mas, é preciso muito mais do que simples 'indicações' e 'alguns processos'...
Relatório do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) recomenda que os responsáveis pela negociação de compra da refinaria de Pasadena sejam responsabilizados por eventuais perdas da estatal.
O negócio, que contou com o aval da hoje presidente da República, Dilma Rousseff, foi iniciado em 2006 e concluído em 2012, após um longo litígio e gasto superior a US$ 1 bilhão. 
O documento da procuradoria de contas, ao qual o Estado teve acesso, e que subsidiará a decisão dos ministros do tribunal, afirma que a alta cúpula da Petrobrás, "incluindo os membros do
Conselho de Administração", respondam "por dano aos cofres públicos, por ato antieconômico e por gestão temerária", caso sejam comprovadas irregularidades. Para o MP, as falhas dos gestores da Petrobrás na condução do negócio foram "acima do razoável". Em 2006, Dilma, que era chefe da Casa Civil do governo Luiz Inácio Lula da Silva, presidia o Conselho de Administração da Petrobrás. No mês passado, ao saber que o Estado publicaria uma reportagem que revelaria seu voto favorável à compra de 50% da refinaria naquele ano, a presidente divulgou nota na qual afirmou só ter apoiado o negócio porque foi mal informada sobre as cláusulas do contrato.
Em 2008, ainda como presidente do Conselho de Administração, Dilma passou a ser contra o negócio e atuou para tentar barrar a compra de 100% da refinaria, algo que, em razão de custos judiciais, encareceu ainda mais a transação, que precisou ser concretizada.
Palavra final. O relatório final do TCU, que usará o trabalho da procuradoria de contas como base, deve sair em julho, mês em que a campanha eleitoral será iniciada. Em entrevista no mês passado, o relator da caso de Pasadena no tribunal, ministro José Jorge, afirmou: "Como a compra passou pelo Conselho Administração e pela Diretoria, como regra geral do TCU, eles podem ser chamados a se explicar".
A procuradoria afirma que a Petrobrás foi "vítima" da "inabilidade de seus gestores em firmar acordos contratuais". Para o MP junto ao tribunal, da forma como o negócio foi fechado, o grupo belga Astra Oil adquiriu o direito "líquido e certo" de vender sua participação à Petrobrás, recebendo o valor fixado nos contratos. "Para ela (Astra Oil), tudo era possível, e, para a Petrobrás, ao que parece, restava acatar a decisão da sócia", afirma o relatório do Ministério Público de Contas.
Os auditores designados pelo ministro relator trabalham, ainda, com outra linha de responsabilização. A intenção dos técnicos é se basear no artigo 158 da Lei das S.A., que prevê punição aos gestores quando houver violação "ao dever de cuidado e diligência" ou "imprudência, negligência e imperícia".
A legislação impõe que "o administrador da companhia deve empregar, no exercício de suas funções, o cuidado e diligência que todo homem ativo e probo costuma empregar na administração dos seus próprios negócios".
Belgas. A Astra impôs várias condições à estatal para firmar a parceria, exatamente o contrário do que deveria ter ocorrido, afirmam os procuradores. "Ela estava fora do negócio e tinha o direito, se não a obrigação, de exigir garantias mínimas da futura sócia, sobretudo ante o preço que se dispôs a pagar", diz o documento. "O poder de decisão não minimizou os riscos do negócio para a estatal brasileira. Ao contrário, só os aumentou", completa o relatório.
Um dos pontos criticados no texto é o fato de a Petrobrás pagar duas vezes pelo combustível estocado na refinaria, já que arcou pela unidade com estoques inclusos e, posteriormente, pagou mais uma vez pelos estoques. Há "evidências consistentes", diz o texto, de que o valor dos produtos estocados não estava incluso nos US$ 360 milhões pela aquisição porque a Petrobrás nem sequer tinha conhecimento do volume e do valor dos estoques.
A análise da operação ainda critica a oposição da estatal de levar adiante uma batalha judicial para não cumprir as cláusulas contidas no contrato de compra da refinaria. Laudo da Justiça dos EUA confirmou o valor de US$ 466 milhões pelo restante da unidades e ainda obrigou a Petrobrás a desembolsar US$ 173 milhões por garantia bancária dos sócios, juros, honorários e despesas processuais, o que fez com que a conta aumentasse para US$ 639 milhões.
O documento afirma que há de se apurar por que a Petrobrás não cumpriu a decisão proferida em abril de 2009. "Ao que parece, essa postura levou a empresa a arcar com milhares de dólares referentes a juros e correção monetária. E mais uma vez pede a responsabilização do Conselho de Administração caso se constate que não havia razões suficientes para o descumprimento da decisão arbitral, deve-se apurar a responsabilidade dos gestores e membros do Conselho de Administração."
Crise. A manifestação da presidente ao questionamento do Estado causou uma crise política, que acarretou na aprovação de uma CPI para investigar a estatal. Em meio ao caso de Pasadena, outras suspeitas recaíram sobre a Petrobrás. A principal delas envolve o ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa, alvo da Polícia Federal por suas ligações com o doleiro Alberto Youssef.

Fonte: Informações de Estadão


MP diz que #Dilma e Conselho devem ser responsabilizados por Rombo na Petrobrás, Pasadena, corrupção, PT, Petrobrás, charge petrobrás, MP, falencia da petrobrás, pré-sal

Se voce gostou, curta e compartilhe.

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...