sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

#BOMBA! Em defesa de Renan, CoLLor chama Procurador Gurgel de CHANTAGISTA!

Por Carlos Parrini ... 

Olhem como são as coisas: Collor foi cassado por corrupção por quem ele hoje defende. Agora deu para atacar a Justiça para defender os corruptos, inclusive aqueles que o cassaram. Achei até que o mesmo tinha sido injustiçado já que a única coisa provada contra ele foi a Fiat Elba que recebeu de presente de um lobista. Hoje vemos Collor abraçando Lula que o crucuficou, Maluf, Sarney e o Renan. Inclusive esse último mereceu que ele subisse a tribuna para atacar o Procurador Geral da República, o mesmo que denunciou com exito os Mensaleiros.
Mas o nobre e destemido Procurador Roberto Gurgel, não está nem aí e já denunciou o Senador corrupto que acaba de ser eleito para Presidência do Senado, vejam:

Mariângela Gallucci - O Estado de S. Paulo
BRASÍLIA - O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, confirmou nesta sexta-feira, 1, que denunciou o senador Renan Calheiros no Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documentos falsos e peculato. A íntegra da denúncia, publicada pela revista Época, será analisada pelo STF em data ainda não prevista. Se aceita, Calheiros passará da condição de investigado para a de réu.

Essa é a ira desses políticos corruptos. Tentam detonar os justiceiros que estão acabando com suas mamatas.
Se Collor merecesse estar na Presidência sem ser cassado, não estaria hoje no meio dos quadrilheiros e nem implicando com quem quer acabar com a corrupção. Portanto, acho que Collor não só mereceu ser cassado como deve também ser denunciado por andar no meio de bandidos.

A vingança

Vejam Collor dando mais um tiro no pé:

Em defesa de Renan, Collor acusa Gurgel

01 de fevereiro de 2013 | 12h 33

RICARDO BRITO E DÉBORA ÁLVARES - Agência Estado
O ex-presidente da República e senador Fernando Collor (PTB-AL) criticou, durante discurso, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, a quem chamou de "chantagista" e "prevaricador". Semana passada, Gurgel apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra o candidato à Presidência do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), acusando-o de usar notas "frias" para comprovar seu patrimônio. Collor classificou a ação de uma "pseudodenúncia".
Durante a CPI do Cachoeira, Collor entrou com um pedido de impeachment contra Gurgel no Senado e também com representações no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), questionando a demora do procurador-geral em investigar o ex-senador Demóstenes Torres e sua relação com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Por isso, para o senador, o procurador não tem isenção para apresentar uma denúncia contra o aliado Renan Calheiros.
"O senhor procurador-geral, Roberto Gurgel dos Santos, não tem nenhuma autoridade para apresentar qualquer tipo de denúncia contra nenhum parlamentar. (Gurgel) Tem contra si, tramitando nesta Casa, representação contra sua atuação. Esta representação demonstra que o senhor procurador-geral é chantagista, prevaricador e que cometeu crime de responsabilidade. Como é que este senhor tem autoridade moral para apresentar uma denúncia contra um senador da República que já foi julgado pelo Senado Federal? Julgado e absolvido pelo Senado Federal. Num sábado?", disse.
O ex-presidente defendeu Renan, desejando-lhe sucesso caso eleito presidente da Casa. "A sua eleição será uma afirmação do Senado da República e não temos que temer chuvas, trovões e trovoadas." Para ele, o Poder Legislativo vem sendo injuriado e colocado numa situação subalterna com outros poderes da República. "Ficamos recebendo orientações e, mais do que isso, ordens do Poder Judiciário, e não pode em momento nenhum abrir mão de suas prerrogativas. Algo de estranho paira no ar. Alguma orquestração está por cima disto tudo e o Senado da República no seu momento de afirmação como poder não pode em momento nenhum se agachar e aceitar uma denúncia absolutamente inepta". 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain