quarta-feira, 1 de junho de 2016

BOMBA! Filha do Senador Romero Jucá explora Nióbio ilegalmente em Roraima

Carlos Parrini ... 

Por isso que o Brasil não vai pra frente. Temos várias postagens nesse Blog que falam da preciosidade do Nióbio, o quase monopolio que o Brasil possui desse metal, os contrabandos, enfim, a questão era por que o Brasil não utiliza esse manancial precioso e inesgotável, para resolver nossos problemas financeiros e acabar com a pobreza no país? O fato é que nossas reservas são gigantescas e praticamente somos os unicos produtores. O segundo é o Canadá que tem apenas 2% da produçao mundial. Dessa forma, tudo que produzimos aqui é suficiente para vivermos felizes para sempre.
Mas sempre tem os politicos corruptos envolvidos para atravancar o progresso do país. Sabemos que a produçào e comercializaçao do Nióbio está entre os que podem e os que não podem legalmente explorá-lo. Ainda mais esse senador corrupto que acaba de ser afastado do governo, Romero Jucá, por insistir em infringir as leis, impunemente. Se eles deixassem o Brasil ir pra frente, todos nossos problemas seriam resolvidos como num país das maravilhas.



Confira a matéria:

Filha de Jucá é acusada de explorar nióbio ilegal em Roraima, na fronteira com Venezuela

Romero-Jucá-Wilson-Dias-ABr
A Justiça de Roraima decretou a indisponibilidade dos bens da prefeita de Boa Vista, Maria Teresa Jucá (PPS), esposa de Romero Jucá, em razão de uma ação do Ministério Público Estadual em que ela é acusada de desvio de dinheiro público por coleta e lixo não realizadas e funcionários  contratados pela prefeitura para trabalharem como cabos eleitorais de Romero Jucá.
Lula sempre gostou da folha corrida de Romero Jucá. O procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, denunciou Jucá ao Supremo Tribunal Federal STF por crimes contra o sistema financeiro.  O ministro Cezar Peluso STF arquivou o “inquérito (Inq. 2.221) contra o Senador Romero Jucá (PMDB-RR) acusado de fraude envolvendo a empresa Frangonorte, em razão da prescrição do crime”. Livre da ameaça de saldar a conta do calote e dormir na cadeia por 2 a 6 anos, Jucá festejou o Natal e o reveillon em paz. O Banco da Amazônia não verá a cor do dinheiro. Simples assim. É o Brasil.
O Conselho de Defesa Nacional, órgão consultivo da presidente Dilma Rousseff (PT) em assuntos relacionados à soberania nacional e à defesa do Estado democrático, publicou no dia 24 de fevereiro 2014, no Diário Oficial da União, uma autorização prévia para que uma empresa ligada ao senador Romero Jucá (PMDB) possa pesquisar minérios em Roraima.
A empresa Boa Vista Mineração Ltda, que tem como cotista Marina de Holanda Menezes Jucá Marques, filha do parlamentar, poderá pesquisar ouro e basalto em 14 áreas diferentes do Estado. São 110.540,79 hectares divididos nos municípios de Amajari, Bonfim, Boa Vista e Cantá, inclusive na faixa de fronteira do Estado. Romero Jucá é autor do projeto de lei 1610/1996, que prevê a regulamentação da mineração em terras indígenas e que ainda está sob análise do Congresso Nacional.
O senador Romero Jucá (PMDB) retirou de tramitação do Congresso, em 15/12/2014 o projeto de lei 1610/96, de sua autoria, que propunha a regulamentação de garimpo em terras indígenas. Ele justificou alegando que sua decisão contribuiria para calar aqueles que o atacavam com agressões “irresponsáveis e caluniosas”.
Embora alegue que retirada do projeto seria prova de que não tem interesse em mineração,  sua filha tem  mineradora em Roraima.
Um processo aberto pelo Ministério Público Federal requer a anulação dos 1.200 pedidos de pesquisa e lavra mineral em terras indígenas de Roraima que tramitam no Departamento Nacional de Produção Mineral. Se o procurador Fernando Machiavelli Pacheco tiver sucesso, enterrará as pretensões da Boa Vista Mineração de explorar áreas de reserva. Entre os sócios da empresa está Marina de Holanda Menezes Jucá Marques Marina Jucá, filha do senador Romero Jucá (PMDB-RR).




m

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain