terça-feira, 27 de agosto de 2013

#BOMBA! Depois do "Mais Médicos Cubanos", vem aí o "Mais Professores Cubanos"?

Por Carlos Parrini ... 

Tava na cara que essas Bolsas "Mais isso ou Mais aquilo", são uma farsa para desviarem dinheiro público. Foi assim com os Médicos e não será diferente com os Professores.
Se preparem pois o desemprego aumentará. Vagas com ótimos salários e aos milhares, serão dadas a ativistas comunistas cubanos, não concursados. Sejam eles para supostos médicos (Ninguém nunca vai saber se realmente se formaram) ou até para professores que nem conhecem a pequena geografia de Cuba ou a grande do Brasil.


Pois é, enquanto nossos professores reclamam por melhores salários e condições de trabalho, um novo pacote preparado pelo Aloprado e fabricante de dossiês Falsos, Aloízio Mercadante, prevê novos professores e nada os impedirá de colocar supostos professores cubanos recebendo uma fortuna e, tais quais os médicos, viverão no Brasil com sombra e água fresca, comida e roupa lavada. E o que é melhor: não reclamarão nem protestarão como nossos professores justamente o  fazem.

Foto

E assim, o PT vai mudando nossa democracia por uma ditatorial. E tá começando pelo melhor lugar: A população carente e desinformada. Em paralelo vai enviando projetos de Leis para o Congresso afim de amordaçarem a mídia que os denuncia. Dessa forma, chegaremos no curto prazo a ser uma Venezuela e no médio prazo, a uma Cuba.
Não acredita em Censura do PT? Assista a esse vídeo abaixo. Pode ser que mude de opinião:


O fato é que com Brasileiro ganhando um salário mínimo de 700 Reaus, está estourando os cofres públicos. Lá em Cuba, o salário Mínimo para o trabalhador é de 20 dólares e dos aposentados 8 dólares, por mês hein? Entenderam bem a Cubanização brasileira que o PT quer fazer?

Foto: HIPOCRISIA PETISTA

Ao longo desses mais de dez anos, o PT nos proporcionou a oportunidade ímpar de testemunharmos a introdução de sua renovada visão democrática, tese defendida desde a Fundação e que acelerou seu desembarque na presidência da República. Com o objetivo alcançado, durante esse tempo todo quis nos impor a democracia dele, parida no solo árido da egolatria e consubstanciada no desmesurado apego ao poder.
*MAURO PEREIRA

Bom, se você não entendeu vá aprender com um desses Cubanos que aqui estarão e que ganharão fortunas para te ensinar ou aos seus filhos. Ah, não se esqueça de que você precisa entender e falar espanhol corretamente, senão será reprovado na escola ou no mobral (Cubanos estão dispensados de qualquer exame, você não).
E se você precisar ir ao médico, te aconselho falar com o pajé da tribo indígena mais próxima. Caso contrário, na melhor das hipóteses, depois de uma consulta e tratamento com esses médicos comunistas, você poderá necessitar de cadeira de rodas. Isso se tiver uma disponível ou se você não entrar em coma e amanhecer sem um rim. Acredito que, como andam as coisas, nesses hospitais as ferramentas de trabalhos serão machados, facões, serrotes, marretas e picaretas. 
Por falar em picareta, o Professor Aloizio Mercadante é um, rs. Dizem as má línguas que ele e Dilma compraram seus diplomas. Já o Lula jamais precisou deles pois já nasceu analfabeto (igualzinho a sua mãe) e se metaformoseou em doutor honoris causa e ainda consegue ler livros de cabeça para baixo, rs.

Foto: http://seliganainformao.blogspot.com/p/noticias-mundiais.html

Vejam mais esse babado:

Depois do Mais Médicos, vem aí o Mais Professores


O Ministério da Educação quer levar professores a escolas onde faltam docentes em ação semelhante ao Mais Médicos, segundo anunciou o ministro Aloizio Mercadante; a intenção é que, mediante o pagamento de uma bolsa, professores se disponham a reforçar o quadro dessas escolas

Mariana Tokarnia, Agência Brasil / Brasil247


O Ministério da Educação (MEC) quer levar professores a escolas onde faltam docentes em ação semelhante ao Mais Médicos. O Mais Professores faz parte do Compromisso Nacional pelo Ensino Médio, apresentado hoje (21) pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na Câmara dos Deputados. A criação do programa já havia sido comentada antes pelo ministro, mas é a primeira vez que é apresentado em detalhes.

Segundo Mercadante, o compromisso ainda está em fase de desenvolvimento e depende do Orçamento disponível. Entre as ações do programa, está a proposta de levar professores a escolas de municípios com índices de desenvolvimento humano baixos ou muito baixos e que tenham um baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) - índice calculado a partir do fluxo escolar e o desempenhos dos estudantes em avaliações nacionais.

A intenção é que, mediante o pagamento de uma bolsa, professores se disponham a reforçar o quadro dessas escolas. Para as escolas com baixo rendimento, a pasta quer atrair bons professores para melhorar o ambiente acadêmico. Caso não haja professores disponíveis na rede, o MEC cogita a participação de professores aposentados que queiram voltar às salas de aula.

Segundo Mercadante, as áreas com as maiores carências de professores são matemática, física, química e inglês. O ministro diz que as disciplinas representam cerca de 3% das matrículas de ensino superior, índice que tem se mantido constante. O Mais Professores, esclarece o ministro, ainda é uma proposta em aberto.

Além de atrair professores para áreas carentes, o compromisso propõe o aperfeiçoamento da formação continuada dos docentes, com o desenvolvimento de material didático específico e a criação da Universidade do Professor, uma rede que vai concentrar todas as iniciativas voltadas para a formação docente. Pretende-se que em um mesmo portal o professor possa acessar todos os cursos e programas disponíveis.

O compromisso prevê também um redesenho curricular do ensino médio, para que as disciplinas ensinadas tenham uma maior integração entre si. Para que o ensino seja melhorado, a pasta aposta na educação integral. Para 2013, segundo o ministro, está prevista a adesão de 5 mil escolas no ensino de dois turnos. No ano que vem, serão 10 mil centros de ensino.

Faz parte do compromisso a ação Quero ser Professor, Quero ser Cientista, com a oferta de 100 mil bolsas de estudo para jovens que queiram ingressar na área de exatas. Além disso, o ministério desenvolveu, em conjunto com pesquisadores, um kit para estimular o interesse pelas ciências. "Vamos distribuir os kits de ciências para alunos de toda a rede. Ele vai poder manipular, usar. É inspirado em alguns brinquedos, mas mais sofisticado e barato", explicou Mercadante.

Mercadante diz que o ensino médio é uma fase que precisa de atenção. "Andamos muito nos anos iniciais [do ensino fundamental], melhoramos nos anos finais e simplesmente atingimos a meta [do Ideb] no ensino médio. O que é pouco. Ainda precisamos de um salto de qualidade", disse.

Em 2012, 8.376.852 alunos estavam matriculados regularmente e 1.345.864 cursavam o ensino médio pelo Educação de Jovens e Adultos (EJA), de acordo com o Censo Escolar. A maioria das matrículas do ensino médio está na rede estadual de ensino (84,9%). As escolas privadas ficam com 12,7% das matrículas, as escolas federais com 1,5% e as municipais com 0,9%.

A defasagem idade-série ainda é alta, segundo o MEC, em 2012, dos estudantes matriculados no período, 31,1% têm idade acima do esperado para a série que cursam.”



Depois do mais médicos vem aí o mais professores, mais professores, medicos cubanos, professores cubanos, charge cuba, corrupção, PT, blogosfera, charge desvio dinheiro publico, Acorda Brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain