sábado, 5 de janeiro de 2013

#BOMBA! Governo esconde gastos de 13 mil cartões corporativos

Por Carlos Parrini ...

O Governo do PT diz que lutou contra a Ditadura mas ainda usa leis criadas pelos Militares. Claro que são leis que os beneficiam somente. É a Lei de Segurança Nacional. Baseado nessa Lei que insistem em seguir e consequentemente manter seus gastos em cartões corporativos, em sigilo. Só que 13 mil felizardos, não precisaram mostrar os seus gastos que chegaram a R$ 21,3 milhões. Claro que aí teve gastos com tapiocas, free shops, cruzeiros nas Bahamas, carro importado e até papel higiênico. Você pode imaginar de tudo já que eles escondem de sabermos. A Presidência nem se fala. Esconderam 95% dos gastos milionários que fizeram secretamente.
Pelo que sabermos do PT e por eles até defenderem ladrões, podemos imaginar de tudo. E podem ter a certeza que se estão escondendo, coisa boa não é. Para nós, claro. Se a Lei de Segurança Nacional fosse boa, não seria sigilosa. Ou os Militares estavam certos?


Vejam o babado?

46% dos gastos via cartão corporativo do governo são mantidos em segredo

Presidência da República e órgãos oficiais de investigação, como Abin e Polícia Federal, são os que mais recorrem ao sigilo de despesas

05 de janeiro de 2013 | 19h 45

Alana Rizzo, de O Estado de S. Paulo
Em 2012, ano em que a Lei de Acesso à Informação entrou em vigor, quase metade dos gastos com cartões corporativos do governo federal foi mantida em segredo. O argumento é que são informações estratégicas para a segurança da sociedade e do Estado brasileiro.
Entre janeiro e setembro, 46,2% das despesas via cartão foram classificadas como sigilosas - as informações referentes aos meses finais de 2012 ainda não foram enviadas pelo Banco do Brasil à Controladoria-Geral da União (CGU) para divulgação no Portal da Transparência do governo.
Ao todo, na administração pública, os portadores dos mais de 13 mil cartões de pagamento do governo espalhados pelo País gastaram, de forma secreta, R$ 21,3 milhões dos R$ 46,1 milhões pagos pelo chamado suprimento de fundos. A maioria é de compras e saques da Presidência da República, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e da Polícia Federal. Na Presidência, 95% das despesas com cartões são sigilosas.
Leia mais no ESTADÃO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain