terça-feira, 23 de outubro de 2012

#BOMBA! MEC de #HADDAD pagou R$ 70 Milhões a Empresa de EVENTOS.

Por Carlos Parrini ...

Mais casos de Corrupção. É bom estes momentos de luta Eleitoral, que acabamos descobrindo podres. Assim que descobrimos que a cabeleireira de Dilma tem emprego em Brasília, foi assim que descobrimos que descobrimos que o Ministro Comunista Orlando Silva gastava dinheiro público com tapiocas sem vergonha de usar cartão corporativo, foi assim que descobrimos que a Caixa Economica Federal fechou contrato de R$ 1 Bilhão como uma Microempresa (Vide AQUI), soubemos que Lula quis abortar sua filha Lurian, entre muitos outras que fizeram muito sucesso nesse BLOG. Aliás, o que seria desse humilde BLOG se não houvesse tantos casos de escândalos como jamais vistos na História do Brasil?


Embora dá alegria vendo a justiça sendo feita, também dá muita tristeza pelas milhares de pessoas que morreram por falta de contenções de encostas e enchentes, em saber que até hoje pessoas não receberam alugueis sociais ou suas casas foram reconstruídas por ocasião das calamidades. Dá muita tristeza vendo pessoas sofrendo nas filas imensas do SUS, dá tristeza ver pessoas morrendo por falta de médicos e segurança pública, problemas de infraestrutura, entre outras.


Enquanto isso, vemos esses VAGABUNDOS roubando e ainda chegam na maior cara de pau, mentindo dizendo que é intriga da oposição, coisa do PIG, factóides e acabam ganhando Eleições por isso.
Oxalá o povo acorde e comece a banir esses bandidos do PODER, assim como o STF já está fazendo. #ACORDABRAZIUUU!!!


Vejam a matéria divulgada pela VEJA:


Polícia do Distrito Federal vê indício de fraudes no MEC

Grupo é suspeito de superfaturar contratos públicos, forjar pagamentos e processos licitatórios durante gestão de Fernando Haddad

O candidato à Prefeitura de SP pelo PT, Fernando Haddad durante coletiva de imprensa após resultado da apuração nas eleições
Polícia diz que fraudes teriam ocorrido durante gestão de Fernando Haddad (Eladio Machado)
A Polícia Civil do Distrito Federal encontrou indícios de fraudes em contratos da empresa FJ Produções e Eventos com o Ministério da Educação (MEC). Segundo dados do Portal da Transparência, nos últimos dois anos, a empresa faturou mais de 70 milhões de reais do MEC. Somente neste ano, a FJ recebeu 32 milhões de reais do governo federal, sendo que mais de 15 milhões vieram dos cofres da Educação.
Em 2011, a polícia abriu o inquérito número 95/2011 para investigar a ação da empresa no governo do petista Agnelo Queiroz. Contudo, a partir de depoimentos e mandatos de busca e apreensão, foi identificada uma ramificação do esquema fraudulento no MEC, durante a gestão de Fernando Haddad. O pestista deixou a pasta em janeiro deste ano para concorrer à prefeitura da cidade de São Paulo. No próximo domingo, disputa o segundo turno das eleições contra José Serra (PSDB).
A polícia afirma que há suspeitas de que o grupo, comandado pelo empresário Jamil Elias Suaiden, dono da FJ, superfaturava contratos públicos, forjava pagamentos e fraudava processos licitatórios. Não há informações  sobre o prejuízo que teria sido causado aos cofres públicos.
O MEC  nega qualquer irregularidade no contrato com a FJ Produções e afirma que todas as contas foram devidamente aprovadas pelos órgãos de controle. A assessoria de imprensa ressalta que a pasta não foi notificada sobre as investigações. A FJ Produções não foi localizada para comentar o assunto. Já a assessoria de Fernando Haddad disse que o ex-ministro não se manifestaria.
(Com Agência Estado)



Haddad tem amigos e pertence ao Partido onde tem Quadrilhas e Organizações criminosas, segundo STF

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain