quarta-feira, 30 de maio de 2012

CRÔNICA: Brizola, O Sapo Barbudo e a Sociedade Permissiva:


Comentario do meu amigo Sicario que merece repercussão


Na presente situação não posso deixar de lembrar de Brizola quando, com propriedade, chamou Lula de sapo barbudo.


Pois o sapo barbudo viu na mosca do STF (Gilmar Mendes) uma refeição fácil, se preparou, armou o "bote", soltou a língua e tentou digerir a refeição....ou a própria língua.

Lula fez sóbrio o que nunca fez quando bêbado, ou seja, ser ele mesmo e do alto de sua baixeza, Lula o ébrio, estúpido e arrogante, acreditando ser " o cara" que é idolatrado por tudo e por todos, achando-se acima do bem e do mal, foi brincar de chantagista e se deparou com a verdade do espelho.

Criatura medíocre, sustentado por sindicato e por puxa-sacos que somente querem lucrar com a estupidez dele hoje limita-se covardemente falar através de notas e pela boca de seus seguidores cujo caráter é igual ou pior do que o do líder.

Sinceramente pouco me importa a veracidade das palavras de Gilmar, a palavra de Lula e a defesa de Jobim ou de qualquer um daqueles que soltou o verbo para mais uma vez defender o indefensável, coisa que somente é possível graças a igualdade de caráter entre os iguais em atitudes e atos. O que me importa é que dentre os crimes do acéfalo, aqui se somou mais um, o de chantagista, um burro chantagista que tropeçou no próprio ego.

Mais um tapa na cara de uma sociedade abestalhadamente omissa, passiva e permissiva.

Que inicio de fim para o acéfalo desdedado.

O reizinho do Brasil e ídolo num planeta imbecilizado, hoje é uma velha cancerosa, fofoqueira e chantagista que tenta lavar roupa suja no lago Paranoá.

abs.

Sicário
Postado por Tereza, do Politica sem Medo




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain