domingo, 6 de maio de 2012

#BOMBA! Sócio de Sergio Cabral recebia Propina da Camargo Correa!


Esse é mais um dos motivos porque não querem deixar a CPI do Cachoeira ir a fundo. Notem que os principais envolvidos desse escândalo que envolve os Governos Federal, Estadual e Municipal, não serão chamados para depor. Inclusive o Presidente da Delta, Fernando Cavendish, que vivia em festas suntuosas em Paris e em Mônaco na França com Sergio Cabral e que também é o responsável pela festança em Resort na Bahia, onde sete de seus convidados e parentes dele e Cabral morreram com a queda de seu helicóptero, não foi intimado  para a CPI. Se peixinhos pequenos não foram convidados, o que  dirá dos tubarões do Governo Federal que presentearam a DELTA com Bilhões em contratos do PAC, sendo muitos deles sem licitação?

Para que os PTistas não digam que estamos reproduzindo matérias do PIG ou da Veja que eles tanto temem e que tentam denegrir a imagem com muitas mentiras pelo Twitter e redes sociais, apresentamos matérias do Ex-Governador Garotinho, que também é Governista e de um dos Partidos da Base Alugada, o PR.
Bom, pelo menos ele e outros que estão na base de apoio do Governo, estão soltando o verbo.
Esperamos que outros sigam esse exemplo pelo bem do Brasil.

Vejam a BOMBA:


Exclusivo! O homem que recebia propina da Camargo Corrêa através de doleiro é sócio de Sérgio Cabral.



Inacreditável, a corrupção no governo Sérgio Cabral não tem limites. Como mostramos, na Operação Castelo de Areia, a Polícia Federal identificou Wilson Carlos, secretário de Governo de Cabral, como sendo beneficiário de 5% de todos os valores repassados à empreiteira Camargo Corrêa por conta de dívidas na Linha 4 do metrô do Rio. 

Reprodução do relatório da Polícia Federal
Reprodução do relatório da Polícia Federal

Na mesma operação a Polícia Federal identificou outro homem a quem a propina era entregue. Seu nome é Carlos Emanuel de Carvalho Miranda. Investigamos e descobrimos que durante a gestão de Sérgio Cabral na presidência da Assembléia Legislativa ele ocupava o cargo de consultor técnico da Comissão de Orçamento. Já seria um escândalo, mas prosseguindo nas investigações o nosso blog descobriu que Carlos Emanuel de Carvalho Miranda é sócio de Sérgio Cabral, o governador do Estado na SCF Comunicações e Participações Ltda. Na composição acionária registrada no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, Cabral tem 90% das ações, Carlos Emanuel tem 5% e pasmem, o Coordenador de Comunicação Social do Estado, jornalista Ricardo Luiz Rocha Cota tem outros 5%. Incrível, mas a empresa que tem o CNPJ 28.722.767 / 0001 – 43 fica localizada na Avenida Borges de Medeiros 2.373 / ap. 201, na Lagoa. Detalhe: endereço residencial.





Essas comprovações mostram que Cabral provavelmente usava esta empresa ou outra, que mostraremos mais tarde, para lavar o dinheiro que recebia de propinas. 

Em breve: Maurício de Oliveira Cabral, o Mauricinho Cabral, irmão do governador também é sócio do homem que a Polícia Federal acusa de receber propinas de doleiro. 


Reprodução da capa de Veja
Como dizem os Governistas, "A VEJA mente". Será que tudo isso aí é mentira?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain