sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Golpe? Que golpe?

Por: Políticos do Brasil... 

Afbeeldingsresultaat voor charge golpe

Golpe? Que golpe?

Desde muito antes do impeachment da ex presidente Dilma Rousseff, que acabou se concretizando no ultimo dia 31/08/16, uma parte da população vem taxativamente usando a narrativa de que tudo isso se trata de um golpe.
Segundo essas pessoas, o presidente Michel Temer não tem legitimidade alguma para ocupar o cargo e que tudo isso não passou de uma manobra do ex presidente da câmara dos deputados Eduardo Cunha, o antes vice Michel Temer e boa parte dos deputados federais e senadores, muitos deles, ainda segundo essas pessoas, sem condições éticas de legitimar o atual presidente devido à várias acusações de corrupção que pesam em seus ombros.
Inclusive Gleisi Hoffmann, senadora pelo Paraná que o marido roubou dinheiro dos aposentadosdisse que os senadores não tem moral alguma para derrubar Dilma. Claro que ela não se colocou no meio deles, né?
Mas a tese não tem sustentação lógica.
E a explicação é simples, sendo até primária…
Para começo de conversa, quem votou em Dilma automaticamente votou em Michel Temer.
E não adianta virem com a falácia de que isso é mentira e a pessoa votou apenas em Dilma, sem se importar com o vice. Não, essa não cola e tem até um quê de idiotice generalizada.
Mesmo porque a ex presidente, por diversas vezes, elogiou e muito o atual presidente, chegando a dizer que ele a substituiria à altura, caso fosse necessário.
Oras, foi ela quem disse isso. Se ela disse, quem pode dizer o contrário? Ninguém.
Não obstante isso, temos o fato de que Dilma esteve presente em todos os escândalos de corrupção que assolam o país desde a chegada de Lula ao poder, em 2003.
Ou esquecem que ela ocupou cargos importantes no governo Lula e foi responsável direta pela compra da moribunda refinaria de Pasadena? Sim, aquela que ela disse que assinou papéis sem ler.
Fatos gravíssimos de sua gestão também estão presentes naquilo que decretou seu fim como presidente da republica federativa do Brasil.
Podemos destacar:
Como se pode ver, o ex governo petista teve motivos de sobra para ser destituído.
A falácia de golpe não se sustenta, porque o impeachment é um dispositivo que está na Constituição Federal de 1988.
Talvez, eu disse talvez, quem apoia o ex governo continue mencionando a palavra golpe pelo simples fato de que o PT NÃO assinou a CF 88. É apenas uma coincidência?
Finalizando, o governo Temer é legitimo. Gostando ou não, ele será nosso presidente até o fim de 2018. Ao invés de algumas pessoas fazerem protestos violentos, principalmente em SP, pedindo a saída dele e/ou “diretas já”, faz-se necessário apoiar o atual governo.
Afinal, são muitos problemas que precisam ser contornados com urgência e criar uma guerra civil em nada vai ajudar o país.
Essas pessoas não podem e nem tem o o direito de sabotar esse governo. Elas precisam pensar no bem comum e não penas no partido que estava no poder anteriormente.
Só assim poderemos unir forças e vislumbrar um futuro grandioso para o nosso país.
Entendam de uma vez por todas que o momento é de união e não de quebra de corrente.
Não existe golpe algum em curso. Isso é falácia que não tem sustentabilidade alguma.

Afbeeldingsresultaat voor charge golpe

+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:



VEJA OUTRAS FORMAS FÁCEIS SEGURAS E BARATAS DE SE CONSEGUIR MUITO DINHEIRO NA NET:
http://blogdoparrini.blogspot.be/2016/06/renda-extra-formas-seguras-e-baratas.html

Ratings and Recommendations by outbrain