terça-feira, 20 de janeiro de 2015

BOMBA! Gabrielli diz ao TCU que #Dilma Também tem de ser responsabilizada por Pasadena

Por Carlos Parrini ... 

O cerco já está se fechando. Todos os envolvidos nessa máfia criada para roubar dentro do Governo do PT, estão abrindo os bicos. O único otário que ficou quieto, Marcos Valério, está cumprindo 40 anos de cadeia. Enquanto isso, seus protegidos continuam nadando no mar de lama protegidos pela Justiça,, Congresso e Presidencia. 
Vide Graça Foster que participou de toda essa roubalheira e ainda continua como PresidentA da Petrobrás. O próprio pessoal do Cerveró, outro petralha preso, até reclamou: Por que a Graça não ia presa junto?



O bom disso tudo é que seja por delação premiada, seja pelos próprios bandidos acusando uns aos outros, apareceu mais essa do Gabrielli, que também ajudou a roubar a Petrobrás e que pode colocar tudo a perder para sua patroa a Dilma Rousseff.
Depois dessa, qualquer blindagem cai por terra. Só não condenam se não quiserem, ou melhor, se receberem propina.



Vejam o Babado:

Gabrielli diz ao TCU que Dilma tem de ser responsabilizada por perdas de Pasadena


Em defesa enviada em dezembro ao tribunal, ex-presidente da Petrobrás afirma que Conselho de Administração da estatal à época da compra de refinaria dos EUA deveria ter o mesmo tratamento de Diretoria Executiva: todos têm de ter bens bloqueados

RICARDO GALHARDO - O ESTADO DE S. PAULO


Em defesa apresentada ao Tribunal de Contas da União, o ex-presidente da Petrobrás José Sergio Gabrielli pede para ser excluído, junto com outros dez ex-integrantes da Diretoria Executiva da estatal, do processo que determinou que o bloqueio de bens dos executivos responsáveis pela compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. Caso o pedido não seja aceito, solicita que o Conselho de Administração que autorizou o negócio em 2006 seja responsabilizado pelo prejuízo da compra e tenha o mesmo tratamento dos ex-diretores: todos precisam ser ouvidos no processo e ter o patrimônio congelado.

Dilma Rousseff era presidente do Conselho de Administração da estatal à época. O argumento da hoje presidente da República para ter aprovado o negócio é que o conselho se baseou em um resumo técnico “falho” e “incompleto” a respeito do negócio. 

Em decisão preliminar de julho do ano passado, o tribunal isentou o Conselho de Administração. Na segunda, em resposta ao Estado, o TCU não descartou a possibilidade de arrolar Dilma e os demais ex-conselheiros no processo sobre a compra da refinaria (mais informações abaixo). 

Segundo concluiu o tribunal, o prejuízo da Petrobrás com o negócio foi de US$ 792 milhões. 

A defesa de Gabrielli argumenta que o Conselho de Administração teve tanta ou mais responsabilidade do que a Diretoria Executiva na compra da refinaria. 

Justificativa. No texto de 64 páginas, entregue no dia 5 de dezembro, Gabrielli diz que não se sustenta a justificativa de Dilma de que o relatório de Néstor Cerveró – então diretor de Internacional – era falho por omitir que o contrato tinha as cláusulas Marlim (que garantia rentabilidade mínima de 6,9% à Astra Oil, parceira da Petrobrás na refinaria) e Put Option (que obrigava a Petrobrás a comprar a parte da sócia se houvesse divergência de gestão).

De acordo com a defesa de Gabrielli, o Conselho tinha “obrigação de fazer uma avaliação criteriosa” de todos elementos do contrato antes de autorizar a compra, e contava com “os mesmos elementos fornecidos pelas mesmas pessoas” com os quais a Diretoria tomou a decisão. 



Outros países querem vender suas sucatas ao Brasil por alguns bilhões cada.

Dilma, Escândalos, Escândalos do PT, Escândalos PT, Governo Dilma, Justiça, LULA, Petrobras, Política, PT, corrupçao, charge lava-jato, Gabrielli

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain