quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Sua casa, sua vida

Por WsRoccha do Blog "A VERDADE POLITICA" ... 





Pois,
Nos idos da revolução sanguinária, para os petistas, na década de 70, podia-se pousar tranquilamente os voos no aeroporto do Galeão, pelo olfato.
O cheiro de esgoto penetrava na aeronave, no minuto final de aproximação para pouso.
Milhares viviam em palafitas dentro do maior esgoto que havia no Rio de Janeiro, a baia de Guanabara no entorno da ilha do Fundão.
O então presidente Figueiredo entregou as primeiras unidades de casas populares àquele povo.
Brizola acabou por lotear finalmente Todo o complexo hoje chamado de Favela da Maré.
Retiraram pessoas que viviam no esgoto cloacal e os colocaram no esgoto social.
Essas vilas populares acabam modernizando os bandidos, e escravizando seus moradores.
O social não é simplesmente dar moradia, MINHA CASA, MINHA VIDA é presepada.
De que adianta dar uma casa, e esquecer, das escolas, dos postos de saúde, de infraestrutura de mobilidade e de policiamento e segurança.
Eles dão as suas CASAS, e destroem as suas VIDAS.
As milícias, os traficantes dominam as vilas pobres, em poucos anos eles decidem quem deve morar e quem não deve.
O povo trabalhador é obrigado a sair para o sustento, para ter saúde, educação, sem mobilidade urbana, dependendo de vans piratas, dominadas por bandidos para se locomover.
Os exemplos desse assistencialismo pela metade segue Brasil afora.
O mesmo acontece com as reformas agrárias, onde esses pequenos agricultores acabam alugando ou vendendo suas propriedades para os grandes agropecuaristas.
Resta falar de nosso política indígena.
Em 2007 os índios seminoles da região da Flórida, naquele país que chamam de imperialista, compraram a rede HARD ROCK por 965 milhões de dólares.
Além dos cassinos, seus negócios incluem redes de postos de gasolina, shopping centers e atrações turísticas. Neste mesmo ano, a tribo hualapai inaugurou uma passarela sobre uma parte do Grand Canyon que fica em sua reserva, e cobra 25 dólares pelo ingresso.
A obra custou 40 milhões de dólares.  
Cada um dos 775 morongos adultos, da "Morongo Mission" do sul da Califórnia recebe hoje entre 15 000 e 20 000 dólares por mês, proveniente de seus cassinos.

Assistencialismo cria favelas, cria vagabundos, cria bandidos e traficantes.
Assistencialismo alimenta o tráfico de drogas, o roubo, a malandragem e os vícios.

Precisamos é de escolas, hospitais, mobilidade urbana, saúde, investimentos em empregos, a volta do serviço militar obrigatório, para um juventude saudável com ética e moral pátrios.
Enquanto os índios americanos investem no turismo, os nossos sequestram, invadem e vendem nossos minérios, fauna e flora aos imperialistas.
Minha vida é muito mais que uma casa "na rua, na chuva ou de sapê".
Minha vida é o nada que vem junto.
Infelizmente na minha opinião esmola não dá educação, saúde e emprego, talvez alimente, talvez alimente os vícios, ou cria novos vícios.
A única certeza que fica, que cada vez mais aumenta o número de moradores de rua, socializados, e cada vez mais os traficantes favelizam as vilas populares por absoluta inépcia do sistema.
Eles chamam de sociais e comunitários, eu chamo de abdução ao crime.
bom dia... 


Minha casa minha vida, charge minha casa minha vida, miseria, pobresa, corrupção, PT, desvio dinheiro publico, casas populares, deficit habitacional, cronica minha casa minha vida

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:



VEJA OUTRAS FORMAS FÁCEIS SEGURAS E BARATAS DE SE CONSEGUIR MUITO DINHEIRO NA NET:
http://blogdoparrini.blogspot.be/2016/06/renda-extra-formas-seguras-e-baratas.html

Ratings and Recommendations by outbrain