segunda-feira, 27 de agosto de 2012

#BOMBA! Min. Levandowisky negou Hábeas Corpus a quem furtou R$ 13,00.

As leis brasileiras são frouxas com quem tem dinheiro e severas para pobre. Mais uma vez um ladrão de galinhas foi preso sem direito a Habeas Corpus.
Aliás, as leis beneficiam somente os graúdos. Se o o pobre sem estudos e o que tem dinheiro com nível superior matarem uma pessoa, os dois irão presos, mas o segundo ficará em cela especial. 
Se o cara for politico então, nem preso vai.
Vejam que o Ministro Lewandowiski, acaba de negar habeas corpus a um ladrão de galinha mas absolveu o Ladrão politico do PT que desviou R$ 50 mil, através do Mensalão.
Bom, nesse caso mesmo que as leis brasileiras fossem severas para todos, o Deputado João Paulo Cunha seria inocentado, apesar das provas claras do roubo, pois Lewandowiski é amigo pessoal de LULA. Como Lula é PT, a troca de favores entre amigos vale mais que qualquer lei.
Ainda bem que existem muitos ladrões de galinhas para que eles sejam condenados e para que Juízes, como Lewandowiski, mostrem serviço e cara de severidade. Pelo menos com estranhos ou pobres.

 

Leiam a matéria:


Lewandowski nega habeas corpus a quem furtou RS 13

Da coluna de Mônica Bergamo, jornalista, publicada no jornal Folha de S. Paulo, 24-08-2012:
Longo alcance
O ministro Ricardo Lewandowski, revisor do processo do mensalão, deve condenar "mais da metade" dos 36 réus que estão sendo julgados pelo STF (Supremo Tribunal Federal). A informação é de um interlocutor direto do magistrado.
Voto anterior
As divergências de Lewandowski com Joaquim Barbosa no caso de João Paulo Cunha, no entanto, indicam que eles, conforme já esperado no STF, podem ter decisões até opostas no caso de alguns dos réus políticos. Em 2007,Lewandowski votou para que a denúncia contra José Dirceu não fosse aceita no Supremo.
Linha dura
Lewandowski tem sido duro em outros julgamentos. Anteontem, numa das turmas do STF, negou habeas corpus para um carcereiro acusado de peculato em Tatuí, em SP. Ele foi condenado por furtar o farol de milha de uma moto. O valor, apurado em perícia: R$ 13.
Linha dura 2
Lewandowski, também contra um pescador que fisgou ilegalmente 12 camarões em Santa Catarina, foi voto vencido:Gilmar Mendes e Cesar Peluzo, da mesma turma, defenderam o trancamento das ações. Numa terceira, sobre o furto de uma bermuda, acompanharam Lewandowski: o réu tinha antecedentes criminais


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain