domingo, 13 de maio de 2012

#BOMBA! Secretario José Beltrame do Rio é um Vilão vestido de Mocinho.

Como todos vocês estão carecas de saber, o Rio de Janeiro é um Estado onde a corrupção age em todas as esferas. Com Delta ou sem Delta, o Governador Sergio Cabral sempre tem arrumado jeitos de assaltar os cofres públicos, seja gastando mais de US$ 400.000 com festas em Paris, seja em obras sem licitação, seja em obras superfaturadas e licitadas para amigos, ou até mesmo em carros alugados para a segurança pública, custando três vezes mais caros que os comprados diretamente das concessionárias. Mas este último assalto , foi feito pelo seu pupilo José Beltrame. Cara que tentam mostrar de santo do pau oco mas que tem dado prejuízos imensos aos cofres públicos. Um dos prejuízos é essa ideia que deu de alugar toda a frota de 1.200 carros. Com esse aluguel feito de empresa de comparsa, daria para comprar 12.000 carros.

Vejam a denuncia feita pelo Blog do Garotinho onde vocês podem encontrar mais detalhes:



Como lhes mostrei mais cedo no blog, a biografia do secretário José Mariano Beltrame é bem diferente daquela que muitas pessoas, induzidas pela mídia, acreditavam e até louvavam. Beltrame não passa de um personagem criado pelos marqueteiros de Cabral para ser visto como um paladino da ordem pública, mas que o tempo e os fatos vêm se encarregando de lhe tirar a máscara. Agora quer abandonar o barco de Cabral porque está vendo que o naufrágio se aproxima. Quer sair como mocinho do mar de lama do governo Cabral. Mas como disse na postagem da manhã, Beltrame de mocinho não tem nada. É mais um vilão que participa do maior assalto aos cofres públicos que o Rio de Janeiro já viu em toda a sua história. 

Na onda do filme Tropa de Elite 1, Beltrame convenceu Cabral a terceirizar a frota da PM, alegando que serviria para colocar mais policiais nas ruas e que isso geraria economia para os cofres públicos. Por isso, em 2008 fechou um contrato com a empresa Júlio Simões Logística Ltda / SA para alugar Gols 1.6 (modelo básico) para a Polícia Militar. O preço do aluguel de cada viatura por ano dava para comprar dois veículos 0 KM e ainda sobrava dinheiro. Um preço muito acima do praticado no mercado. Em 2008, o aluguel mensal de cada viatura era de R$ 4.000. Um contrato semelhante, embora por valores menores, fechado pela empresa Júlio Simões com a PM da Bahia foi denunciado pelo Ministério Público baiano por ser lesivo aos cofres públicos, mas aqui no Rio o MP Estadual achou tudo normal.

Conforme poderão ver na tabela abaixo. O aluguel das viaturas da PM entre 2008 e 2011 pago à Júlio Simões custou a fortuna de R$ 203,6 milhões.




Como devem ter reparado, no ano de 2011 o valor pago à Júlio Simões foi de apenas R$ 10,7 milhões porque foi montada uma jogada para não chamar a atenção, além do fato de que a cláusula do contrato que obrigava a empresa a repor imediatamente viaturas com defeito nunca foi cumprida, causando prejuízos ao policiamento ostensivo. Aliás, porque Beltrame nunca enviou um ofício à Júlio Simões cobrando a reposição imediata das viaturas avariadas? Por que essa generosidade com a empresa mesmo sabendo do prejuízo duplo para a população (na redução do policiamento e no dinheiro público)?

A jogada a que me refiro agora vocês vão entender.

Em 14 de julho de 2011, foi realizada uma licitação ganha pela empresa CS Brasil. Também se decidiu que os Gols seriam trocados por veículos Renault Logan, mesmo contra o parecer de especialistas que dizem que o novo modelo é menos resistente para a atividade policial, além de que a manutenção do Gol ser mais barata.


Reprodução da coluna de Ancelmo Gois, do Globo
Reprodução da coluna de Ancelmo Gois, do Globo


Agora prestem atenção na jogada suja. Para não chamar a atenção e ganhar a licitação, a Júlio Simões Logística usou a sua empresa CS Brasil, em cuja composição societária está a própria Julio Simões com 99,4% de participação. Ou seja, a empresa tem outro nome, mas 99,4% das ações pertencem à própria Júlio Simões.

Vejam agora que a CS Brasil (Júlio Simões) faturou em 2011 e em 2012 até 10 de maio mais R$ 160 milhões.




Bem, no final somando tudo o que a Júlio Simões já recebeu pelo aluguel de viaturas da PM, com os dois nomes comerciais chegamos à estratosférica quantia de R$ 363 milhões só até hoje. E a empresa continua não cumprindo a cláusula de reposição imediata das viaturas com problemas mecânicos. Por baixo com R$ 363 milhões daria para comprar umas 12 mil viaturas e é bom lembrar como mostrou o colunista Ancelmo Góis, o aluguel se refere apenas a 1.200 veículos. É um escândalo que o secretário Beltrame tem que prestar contas e explicar em vez de querer posar de bom moço e agir como pré-candidato como tem feito. Se isso acontecesse na Europa ou nos Estados Unidos, o secretário Beltrame no lugar de prêmios já teria recebido era uma sentença de condenação e estaria atrás das grades por improbidade administrativa e desvio de recursos públicos. 





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain