terça-feira, 29 de maio de 2012

#BOMBA! Gilmar Mendes acusa LULA de espalhar Boatos:

Como temos dito aqui, os PTistas estão fazendo de tudo para que o julgamento do mensalão seja adiado. Primeiro Lula tentou dizer que o Mensalão nunca existiu, depois acusou a PF, o MP e o PGR de mentirosos porque denunciaram os 40 ladrões, agora vem diretamente chantagear o Ministro do STF, Gilmar Mendes, para que ele ajude a adiar o Julgamento do Mensalão que nunca existiu. Assim, tenta fazer como os aloprados do PT, chefiados por ele próprio, que compraram um dossiê falso com dinheiro sujo para tentar incriminar José Serra, trazendo uma estorinha ridícula de que estaria Blindando o Magistrado Mendes na CPI do Cachoeira. Exatamente como o outro Deputado Aloprado, Candido Vaccareza, acaba de fazer enviando um torpedo para Sergio Cabral: "Não se preocupe, voce é nosso e nós somos seus. A CPMI está em nossas mãos e vamos blindá-lo também." Só que mais uma vez o tiro saiu pela culatra. Tanto no Dossiê PeloCano, quanto no Torpedo de Vacareza, bem como essa estorinha da carochinha que Lula usou para tentar chantagear o Ministro do Supremo, estão sendo devastadoras no futuro do PT. Dessa vez eles ficaram mais sujos que pau de galinheiro. Nem bolinha de papel ou fita adesiva pesada atirada contra oposicionistas, limpará este mar de lama que se encontra LULA, PT e e os corruptos que os acompanham.
A maior prova disso foi demonstrada pelas manifestações virtuais espontâneas no Twitter (sem robôs como costumam usar os militontos para levantar alguma TAG do PT no twitter) ocorridas nessa semana com a HashTag #LULAnaCadeia. Internautas não tiveram dó de massacrarem virtualmente por dois dias, Lulinacio. Era como se estivessem malhando Judas.
Também não é para menos. LULA Jamais iria conseguir adiar o Julgamento do Mensalão dessa forma.  Dessa forma, o que ele vai conseguir mesmo é ir para a cadeia. Esperamos que leve junto a grande quantidade de corruptos, como jamais vistos na História do Brasil.
Leiam alguns dos protestos no Twitter:
Gilmar Mendes - "Vamos parar com fofoca. Vamos deixar claro: estamos lidando com bandidos"  // 
BOMBA BOMBA ==>>>Procurador vai enviar caso de Lula para primeira instância  VOLTAMOS AO TAG 
Vou ficar umas duas semanas sem precisar de terapia! Só ver nos TT´s e saber que é possível , acabou meu problema!
ALÔ PF e MPF - Art 344 Cód Penal. "Coação no Curso do Processo". Reclusão de 1 a 4 anos está em vigor ainda ou foi revogado? 

Segue a reportagem divulgada pela Revista Época:

"Bandidos plantam boatos para melar o julgamento do mensalão", diz Gilmar Mendes

Ministro confirma que se reuniu com o ex-presidente Lula, que teria sugerido o adiamento da análise do processo no STF

REDAÇÃO ÉPOCA


Gilmar Mendes nega irregularidades em viagem à Alemanha (Foto: Renato Araujo/ABr )
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes conversou com a imprensa nesta terça-feira (29) e disse que há tentativas de armação para atingir a credibilidade do Supremo e atrasar ou interromper o julgamento do mensalão. Nesta semana, Mendes confirmou que se reuniu com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no escritório do ex-ministro Nelson Jobim. Segundo denúncias, Lula teria sugerido proteção a Mendes na CPI do Cachoeira em troca do adiamento do julgamento do mensalão no STF.
Mendes disse que entendeu como pressão o questionamento de Lula sobre sua viagem à Berlim. Em entrevista ao portal G1, o ministro negou as acusações de que teria viajado em um jatinho em companhia com o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), acusado de envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Segundo ele, essa informação foi plantada por "gangsters e bandidos". "O objetivo era melar o julgamento do mensalão. Dizer que o Judiciário está envolvido em uma rede de corrupção."
Um dos alvos das críticas de Gilmar Mendes é o ex-presidente Lula. Segundo o ministro do Supremo, a informação de que viajou para Berlim partiu de aliados de Lula, com o objetivo de pressioná-lo. Lula seria a "central de divulgação" de intrigas contra o ministro.
Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o ministro disse um ex-diretor geral da Polícia Federal, delegado Paulo Lacerda, quer “pegá-lo”. "Dizem que (Lacerda) está assessorando o PT”, afirmou Mendes. Lacerda foi exonerado da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), em 2008, após Mendes acusá-lo de grampear suas conversas telefônicas. Em 2010, a Polícia Federal divulgou relatório negando a existência dos grampos.
“A polícia, naquele período, tinha virado poder nas mãos de Lacerda. Não tenho nenhum arrependimento de ter enfrentado aquela situação. Desde que essa coisa começou temos sido, minha família e eu, alvos dessas constantes plantações”, afirmou o ministro ao jornal. 
Gilmar Mendes disse que o ex-presidente foi o primeiro a abordar o mensalão durante o encontro. Segundo o ministro, Lula disse que não seria bom julgar o processo agora, porque poderia “pegar o clima eleitoral”.
O ministro do Supremo negou que esteja assustado. “Essas coisas não me intimidam, evidente que não me intimidam. [...] Sabe-se que uma notícia é falsa, não obstante divulga-se essa notícia para criar esse estado de pânico. A minha surpresa foi quando ouvi isso da boca do presidente Lula. E, depois, ao saber, de jornalistas que o próprio presidente Lula estava se incumbindo de divulgar essa fantasia de que Cachoeira pagou minhas despesas. Ele está muito mal assessorado, mal informado. Está dando vazão a informações falsas”, afirmou ao Estado de S. Paulo.
Questionado sobre a demora na divulgação da denúncia, Gilmar Mendes disse que comentou sobre o caso com jornalistas e com o senador Agripino Maia (DEM-RN) logo depois da reunião. “Eu não tinha intuito de divulgar isso publicamente.” Mendes disse que confirmou o encontro após ser procurado pela imprensa.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain