quinta-feira, 17 de maio de 2012

#Bomba! CABRAL empresta R$ 5 milhões a irmão de Secretário:

Tá indo longe demais essa história de Lula querer pegar o Governador Marconi Perillo da Oposição, através da CPI do Cachoeira. Tanto incentivou essa CPI que agora está respingando em todos, inclusive nele próprio que é acusado de também ter recebido R$ 1 milhão do Bicheiro. 
Enquanto a Oposição tem 1 ou 2 envolvidos com o criminoso, o PT e seus aliados tem dezenas, inclusive o Governo Federal. Todos sabem que Carlinhos Cachoeira = DELTA = PAC = Sergio Cabral = Agnelo Queiroz = Marconi Perillo = Governo Federal. Todos estão alinhavados.
Só que essa CPI está querendo tirar fora os Governadores de serem investigados, Querem investigar apenas a DELTA do Centro Oeste, por que? Porque se Investigarem a DELTA do Rio de Janeiro, por exemplo, vão chegar em Sérgio Cabral, o Vice Pezão e o Prefeito Eduardo Paes, todos envolvidos até o pescoço com negociatas com a DELTA.
Mas não é só com a Delta que Sergio Cabral aprontou. Embora tenha gastado mais de R$ 400 mil dos cofres públicos fazendo festas e danças dos Guardanapos na França, ainda empretou indevidamente dinheiro para integrantes dessa patota.
Lula fez sucesso não vendo, ouvindo ou não sabendo de nada de ruim que acontecia debaixo de seu nariz, mas não conseguiu ser bem sucedido em evitar dar tiros no pé.


Vejam a matéria:


GOVERNO CABRAL EMPRESTA 5 MILHÕES A EMPRESA DO IRMÃO DO SECRETÁRIO QUE PARTICIPOU, EM PARIS, DA DANÇA DO GUARDANAPO!
           
(Folha de SP, 17) 1. Uma empresa administrada pelo irmão do secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Côrtes, obteve R$ 5 milhões de financiamento do governo do Estado. O dinheiro para a DFV Comercial e Industrial Ltda foi liberado antes de a empresa possuir a licença completa para funcionar. A verba saiu em 2 de dezembro de 2010, sendo que as autorizações de funcionamento foram concedidas pelas secretarias de Ambiente e da Saúde apenas em junho e dezembro de 2011, respectivamente.
               
2. A apresentação de toda a documentação é uma das exigências para que empresas ganhem o incentivo público no Rio, segundo informação passada no início da semana por Maurício Chacur, presidente do Investe Rio, programa de crédito do governo.  A DFV é administrada por Nelson José Côrtes da Silveira, irmão de Sérgio Côrtes. O secretário estadual de Saúde fez parte da comitiva do governador Sérgio Cabral, em 2009, em viagem a Paris. Em uma foto dessa viagem, divulgada pelo deputado federal Anthony Garotinho (PR), Côrtes aparece dançando, acompanhado de outros secretários, com um guardanapo na cabeça.




Charge de Aroeira, do jornal O Dia
Charge do Aroeira - Jornal O Dia


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain