terça-feira, 13 de março de 2012

Bomba! BOMBEIROS no RJ são expulsos por protestar Salários de R$ 950,00

Lamentável o que estão fazendo com os Bombeiros e Policiais Militares no Rio de Janeiro e outros estados. Já a muitos anos que existem reclamações contra salários arrochados dessa categoria de trabalhadores.
Todos, sem exceção, esperávamos que o PT resolvesse o problemas dos Trabalhadores. Mas pelo que estamos vendo, eles só se preocupam com os salários dos vagabundos políticos, que ganham uma fábula em comparação aos que trabalham de fato.
Vejam que o próprio Lula era contra os baixos Salários dos Policiais da Bahia, antes de assumir o poder. Hoje ficam calados e nem ao menos falam em anistia. Dilma fica quieta sobre os aumentos abusivos dos políticos e também pelos baixos salários dos Militares.
Sergio Cabral, que está envolvido nas falcatruas e superfaturamentos de obras para a Copa e Olimpíadas, tá mais preocupado em não pagar por seus passeios para Paris ou Miami. Para isso usa as empreiteiras que tem contratos superfaturados com o Governo, principalmente a DELTA. Já em relação aos Policiais e Bombeiros que protestam, manda para a CADEIA.
Veja que ele e Eduardo Paz, estão colocando todo o dinheiro do Rio no ralo. Essas obras que nunca darão retorno, só servem para agradar turistas, catar votos, encher seus bolsos de dinheiro e estragar a vida dos Cariocas e Fluminenses.
A indignação é tão grande que já há manifestações de saudades de Cesar Maia e Garotinho, que pelo menos não maltratavam essa Classe de HERÓIS.

Leiam mais abaixo:

PEC 300
Bombeiros expulsos no RJ: Em nome de quê? 
ParaibaemQAP | 12 MAR 2012 | 19:57 

Pior do que greve é ditadura escancarada. Mas o que chega a ser pior do que a mão de ferro dos poderosos?


12-03-2012.195730_bombeiro.jpg

O comando-geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro anunciou nessa segunda-feira (12) a expulsão de 13 profissionais da corporação. Motivo: terem feito o que o ex-presidente Lula mais fez na vida. Foi o que acabou de publicar a mídia nacional.
Entre os perseguidos por causa da greve está o cabo Benevenuto Daciolo, tido como um dos líderes dos movimentos, como se ‘greve’ no Brasil fosse algum crime.
Ah, já íamos esquecendo: no regime [da ditadura] militar cruzar os braços por dignidade salarial e melhores condições de trabalho é considerado crime.
Professor pode; gari pode; médico pode. Militar, não. Policial civil pode; agente penitenciário pode; juiz de direito pode. Militar, não. Motorista de ônibus pode; agente fiscal pode; oficial de justiça pode. Militar, não.
É exatamente por essas – e outras – que muitos policiais militares chutam o pau da barraca. Fazem sua greve branca, não seguram o braço em determinadas situações e/ou optam pela corrupção para garantir o que o estado lhe deve (afinal, a turma do Lula e de outros tantos também usa muito disso, não?...).
O fato é que serão 13 pais de família desempregados sem terem roubado ninguém nem matado ninguém. Pelo contrário, queriam apenas reconhecimento profissional para trabalhar cada vez mais pela população.
O recado do governo do Rio foi bem direto, para aqueles que porventura pensem em fazer o mesmo daqui para frente.
Mas o pior dos crimes nessa história toda não é a greve nem a ditadura escancarada que ainda existe no Brasil, e a massa analfabeta brasileira louca por Carnaval, futebol e telenovela nem se dá conta. O pior dos crimes é ver 13 pais de família serem abandonados por mais de 70 mil profissionais que seriam beneficiados, se as reivindicações tivessem sido atendidas.
Aos 13 perseguidos pela ditadura e [pelo menos até agora] abandonados pelos colegas: em nome de quê?


Cabral está se vingando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain