domingo, 20 de julho de 2014

A TERRA DE NINGUÉM...

Pois,
Eis uma verdade, a terra é de ninguém, pertence à natureza.
Quando escrevo terra, não estou a significar propriedades. A propriedade é simbólica, quem produz, constrói benesses e um país a administra, a possui.
Vejamos fatos históricos, esquecidos pelos racistas, xenófobos e aculturados.
Há duas épocas distintas na sociedade.
A época dos conquistadores, e a época das lutas religiosas e políticas.
Apesar de eu achar que essas lutas contemporâneas são mais religiosas e políticas do que conquistadoras.
São por razões religiosas anti-semitas, anticristãs, antievangélicas e antimuçulmanas.
Aqui no Brasil querem dar terras a povos conquistados, índios e quilombolas e a uma raça comunista fenestra, que quer reforma agrária mas com direito de posse.
Ora, sou à favor da reforma agrária, mas sem direito de posse, senão produzir, senão cultivar e cuidar com carinho deve ser devoluta.
Quantos ganharam e venderam?
Basta ver a sujeira por trás dessas casas populares.
Criar reservas indígenas vai de encontro a toda e qualquer moralidade constitucional, as terras são dos brasileiros, são concessões da sociedade.
Em pleno século XXI querer criar quilombos é uma devassa cultural.
Esse é um ponto de vista esquecido pela ignorância cultural.
Devíamos destruir cidades como Rio e São paulo e devolvê-las aos suas antigas tribos indígenas que por lá habitaram e foram expulsas.
Os povos do deserto, ou beduínos sempre habitaram o oriente médio e arredores.
Porém foram os judeus a formarem talvez a primeira sociedade do mundo política e religiosa.
Nunca foram guerreiros, 3000 anos antes de Cristo os judeus já colonizavam a terra prometida.
Todas as religiões principais do mundo descendem de Abraão.
O judaísmo de Abraão e Sara.
O cristianismo do filho de Abraão e Sara, cujo descendente é Jesus, que foi uma dissidência do monoteísmo judaico, que ainda dividiu-se em catolicismo e cristianismo, onde cristianismo compreendem milhares de religiões evangélicas e ortodoxas.
O arabismo ou mundo muçulmano descende do filho Ismael de Abrão e sua empregada Hagar.
Todos eles usam o velho testamento da bíblia como bases para suas fés.
São na realidade todos árabes.
Os judeus foram expulsos pelos conquistadores diversas vezes até o nascimento de Cristo, Pompeu no ano 60 AC foi um dos últimos conquistadores a expulsá-los.
Maomé Nasce no ano 570 DC e inicia uma perseguição implacável aos seus compatriotas judeus.
Daí em diante até 1500 foram perseguidos e mortos e após discriminados até hoje. 
Suas terras foram devolvidas em 1948.
Historicamente depois de da perseguição muçulmana, toda destruição do povo semita é de fundo religioso. Maomé construiu essa falácia.
Não tenho nada contra a religião muçulmana, tenho contra conceitos misóginos, discriminadores e racistas.
Não se pode dividir uma sociedade em homens e mulheres ou em castas.
Ninguém nasce diferente de outrem.
Não se mata em família.
O que infecta a sociedade, são as lutas de castas.
Hoje no Brasil temos três castas:
Os políticos e funcionários públicos,
O povo,
 Os que querem ser políticos ou funcionários públicos.
Deixem judeus e palestinos se matarem, preocupemo-nos com quem está nos sufocando.
Nações poderosas se faz com orgulho e união, não com divisões.
Se hoje sou ateu é porque já fui religioso, mas apesar de todos nascerem ateus, as religiões nos Batizam, como se um simples ato simbólico, colocasse algum espírito santo em mim.
Ou nascemos com ele, ou simplesmente não existe.
bom dia...



Mulçumanos, Israelita, Judeus, charge israel, charge judeu, oriente médio, Palestina

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:



VEJA OUTRAS FORMAS FÁCEIS SEGURAS E BARATAS DE SE CONSEGUIR MUITO DINHEIRO NA NET:
http://blogdoparrini.blogspot.be/2016/06/renda-extra-formas-seguras-e-baratas.html

Ratings and Recommendations by outbrain