segunda-feira, 16 de maio de 2016

A soma de todos os medos

Pois,
Porque TEMER é a soma de todos os medos.
Não há dinheiro para a saúde, educação e segurança pública.
Há débitos orçamentários da ordem de 230 bilhões obrigatórios.
Há débitos do orçamento passado da ordem de 96 bilhões, porque o governo petista pagou os bancos estatais em janeiro 2016.
Há 7 ministros investigados da operação lava-jato, no governo anterior havia 19 e 3 deles foram denunciados.
Descobre-se que até defuntos estrangeiros recebiam o bolsa-família.
Fala-se das tramoias ou cambalachos para conseguirem uma moradia no minha casa, minha vida.
Os fundos de pensões das estatais fulminados pela administração do governo.
O governo deve parcelas dos planos de saúde contratados a UNIMED.
A Petrobrás soma dívidas da ordem de 1,2 bilhões de reais.
O Partido dos Trabalhadores transformou o Brasil num governo empresarial falido.
Alguns poderão argumentar como um governo dono de 40% do mercado bancário, 70% da geração de energia, 99% da exploração de petróleo, pode falir suas empresas e seu erário.
Se houve ou não "pedaladas" a CEF cobrou na justiça cerca 274 milhões de juros do governo federal.
A multinacional Gtech causou prejuízo de 235 milhões em 2012, nem a CEF e o governo entraram na justiça para cobrá-los.
A Vale teve prejuízo da ordem de 33 bilhões, e não me venham dizer que ela é privada, 49% das ações da Vale estão nas mãos de fundos de pensões estatais.
Tal e qual o filme a soma de todos os medos, eu tento provar que o novo governo não tem absoluta culpa no processo depredativo do Brasil.
Retoricamente escrevendo, uma mula e uma anta conseguiram defenestrar nossos imposto em prol de uma caterva ideológica da pior espécie.
Não existe crime pior para um presidente do que a prevaricação.
Prevaricou no caso "Pasadena", e prevaricou nas contas públicas.
Já diz o aforismo corriqueiro:
Se não puder ser o campeão, vice não quero ser.
Ser vice é assumir os legados deixados pelas incompetências.
No mínimo 10 anos de austeridade para voltarmos aos níveis econômicos de 2004.
E não adianta reclamos, íamos pagar a conta com a anta e vamos pagar a conta com o vice.
O estado não é empresa, é administrador de um fundo pecuniário, para produzir as benfeitorias da sociedade.
Os lucros das empresas estatais, deveriam ser usados em prol do povo.
Tudo que for do governo é nosso, é do povo.
Todo mundo que lesa o governo, lesa a sociedade, e o governo deve ser responsabilizado.
Nós não pagamos dízimo aos governos, esses pastores ideológicos devem ser banidos da sociedade.
Os governos não dependem de deuses e demônios, mas de si próprios e de seus povos.
Pouco me importa a copa do mundo Fifa, ou o "olimpifiasco" que está  a porvir, o povo já faz "Cooper" todos os dias para fugirem de assaltos e procurarem alimentos acessíveis, faz sauna nos metros e transporte coletivos, feitos sardinhas em óleo vagabundo, e faz Cooper, sauna e Spa nos campos de concentração dos sistema único de saúde.
Deem-me argumentos, para provar que o PT não teve culpa.
Que venham as "Jandiras", as "Gleisis" as "Vanessas" as "REDEs" os PCs disso e daquilo, os trabalhadores, defender seus pontos de vista.
Defendam uma dívida interna de 4 trilhões, digam agora que pagaram o FMI.
Precisamos mudar, se o vice não consertar esse governo, ninguém consertará antes de 2018. Lembrem-se não há mais leite nas tetas, precisamos de um novo rebanho, que deixe algum leite para que possamos alimentar nossos futuros e as futuras gerações.
bom dia...

Por Wanderley Roccha

Resultado de imagem para charge tetas do governo 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain