domingo, 19 de outubro de 2014

COVARDIA! #Dilma coloca #Lula para bater em #Aecio e ganha propaganda extra!

Por Carlos Parrini ... 

Ontem, 18/10/14, vi a imprensa em geral dando cobertura completa e dobrada para o PT. Filmaram Dilminha paz e Amor numa tomada e filmaram Lula em outra, batendo, mentindo e desrespeitando Aécio. Enquanto os dois somavam pontos para o PT, Aécio não tinha como se defender sozinho.


"O PT é o símbolo da corrupção", diz Villa Segundo o historiador e colunista de VEJA, 
Marco Antonio Villa, é necessário refundar o estado brasileiro da tamanha corrupção 
implantada pelo PT de Lula e Dilma.

Na boa, acho uma grande covardia o que os PTralhas está fazendo. Além disso, foi a forma que tiveram para cometer crime eleitoral sem serem punidos. Com a desculpa de defenderem a pobre coitada que massacrou Marina e Eduardo Campos no primeiro turno na maior baixaria jamais vista na história do Brasil, tentaram fazer o mesmo com Aécio e se deram mal. Tanto que cairam nas pesquisas e foram obrigados a simularem o xilique de Dilma no último debate do SBT onde Aécio a deixou desnorteada e sem rumo. Tudo arranjado e para dar chance a Lula de sair em defesa da meliante do Brasil e Petrobrás.


Eles são tão mentirosos que poderão prometer mundos e fundos aos Aposentados. CUIDADO! 
Não fizeram nada a favor dos trabalhadores e aposentados em 12 anos, não será agora que farão isso.

Os marketeiros, que agem como psicologos, médicos, gurus e quem fazem os discursos da iguinorantA, tiveram essa grande ideia: Colocar o Lula dando porrada no Aécio deixando-o sem chance de defesa, enquanto a outra dá uma de coitadinha e a imprensa filmando e divulgando tudo em dobro. COVARDES!


Lula e Dilma ainda não explicaram porque não demitem bandidos do Governo 
e do PT e nem obriga-os a devolverem os roubos feito aos brasileiros.

Lamentável é vermos 2 contra 1 nesse final de campanha. Pior ainda é ver que o TSE, comandado por um simpatizante, não toma providencias nenhuma. Só alegria para o Partido mais corrupto da América Latina, que ganha espaço e atenção dobrada na Mídia, para compensar um pouco o estrago que Aécio fez em sua campanha milionária e as nossas custas, claro.


Lula deveria explicar como criou aves de rapina antes de criticar outros

Embora seja tarde demais, ainda apostam no efeito viral inventando que Aécio é cheirador, que vai acabar com o Bolsa Família, que vai demitir os trabalhadores e não os corruptos, que emprega parentes, que constroi aeroportos em terrenos da familia, que estão melhor que ele em Minas e muitas outras mentiras. Mas o pior é isso abaixo, baseado em mentiras:

"Durante o discurso de Lula, grande parte da militância presente emplacou um grito de “Aécio cheirador”, sob a complacência de Lula – o mesmo que, minutos antes, se orgulhara de nunca ter agido de forma desrespeitosa em nenhuma das campanhas eleitorais das quais participou".


Nem com mentiras conseguem derrubar Aécio

Felizmente a maioria dos brasileiros sabe que Lula e o PT não tem moral para criticar ninguem.
Lula antes de falar e desrespeitar o candidato Aécio deveria explicar seu caso extra-conjugal com Rosemary Noronha, sua secretária e namorada de Gabinete em São Paulo. Deveria explicar os roubos que essa mulher fez aos cofres da união, as 30 viagens de jatinho em diversas luas de mel com ela. Deveria também pedir desculpa de ser o pai do Mensalão e por ter seus lideres presos por causa disso. Deveria explicar como o PT conseguiu destruir a Petrobrás e Eletrobrás sem que não soubesse de nada. 


Quando Lula e Dilma vão explicar como seus filhos 
ficaram ricos sem trabalhar ou ganhar na Loto?

Mas o que esperar de Petralhas que estão sendo expulsos da guarda dos cofres públicos? Disso tudo acima e até novos assassinatos. Essa gente não presta. Covardia é o mínimo que podem fazer, vejam:


Parecendo um alucinado, Lula ataca Aécio usando o maior festival de baixarias já visto na história das campanhas presidenciais
18/10/2014
 às 17:06

Lula passa de todos os limites em comício de que participou na Praça Duque de Caxias, em BH, junto com Fernando Pimentel (PT),governador eleito de Minas Gerais (Foto: Alex Douglas/O Tempo/Folhapress)
Lula passa de todos os limites em comício de que participou na Praça Duque de Caxias, em BH, junto com Fernando Pimentel (PT),governador eleito de Minas Gerais (Foto: Alex Douglas/O Tempo/Folhapress)
Lula parece ter enlouquecido. O repórter Gabriel Castro registrou o que aconteceu hoje em BH, dia marcante na história das baixarias em campanhas presidenciais, mas, mesmo tendo sido correto e fiel ao que ocorreu, foi delicado ao evitar escrever que Lula tinha, na verdade, ares de alucinado ao despejar e/ou insinuar uma montanha de infâmias contra o candidato do PSDB à Presidência.
Logo ele, Lula, o arrogante que dizia pretender “ensinar” a FHC como ser ex-presidente quando deixasse o poder.
Lula está, pelo contrário, enlameando o cargo que exerceu e sujando ainda mais sua história política. Confiram e julguem vocês mesmos.
NO PONTO MAIS BAIXO DA CAMPANHA, LULA COMANDA SHOW DE BAIXARIAS EM MINAS
Por Gabriel Castro, de Belo Horizonte, para VEJA.com
Em um comício realizado em Belo Horizonte neste sábado – sem a presença de Dilma Rousseff -, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ultrapassou os limites da inconsequência e comandou um show de baixarias e ofensas desmedidas contra Aécio Neves.
Foi o ponto mais baixo da campanha até aqui. E não apenas desta campanha: desde 1989 o Brasil não assistia a um festival de ataques como os que o PT hoje protagoniza em uma campanha.
Lula não apenas se utiliza das mesmas armas de que foi alvo na campanha contra Collor, como vai ainda mais longe. No comício, o ex-presidente citou o nome de Aécio muito mais que o de Dilma, que se tornou personagem secundário dos discursos.
A ordem era atacar, sem tréguas.
Em um discurso precedido por insultos pessoais ao tucano, Lula disse que Aécio usa violência contra as mulheres, por “experiência de vida”, e a tática de “partir para cima agredindo”.
Ao comentar a estratégia do tucano contra Dilma Rousseff, o ex-presidente insinuou que Aécio costuma bater em mulheres. “A tática dele é a seguinte: vou partir para a agressão. Meu negócio com mulher é partir para cima agredindo”, afirmou Lula.
O ex-presidente também classificou Aécio de “filhinho de papai” e “vingativo”. E o comparou a Fernando Collor. O mesmo Fernando Collor que hoje divide palanques com Dilma, como há uma semana, em Alagoas. Lula ainda voltou a mencionar o episódio em que o adversário deixou de soprar o bafômetro em uma bliz no Rio de Janeiro.
Tática é transformar Dilma em “vítima”
O ato deste sábado deixou claro que a tática do PT na reta final da campanha, após o revés de Dilma Rousseff no debate do SBT, na quinta-feira, será a de expor a presidente Dilma como uma vítima das “grosserias” de Aécio.
Foi o que fez Lula neste sábado. “O comportamento dele não é o comportamento de um candidato (…) . É o comportamento de um filhinho de papai que sempre acha que os outros têm de fazer tudo para ele, que olha com nariz empinado. Eu não sei se ele teria coragem de ser tão grosseiro se o adversário dele fosse um homem”, disse o ex-presidente.
O ex-presidente comparou Aécio a Fernando Collor porque, segundo ele, a eleição do ex-presidente (aliado do PT) foi fruto da pressão da mídia e de um falso discurso do “novo”. “Em 1989, com medo de mim, com medo do Ulysses, do Brizola, com medo do Mário Covas, muitas vezes instigado pela imprensa, este país escolheu o Collor como presidente da República dizendo que era o novo. E vocês sabem o que aconteceu neste país.”
Lula também disse que Aécio age como Carlos Lacerda, o estridente líder da oposição a Getúlio Vargas, ao mencionar o “mar de lama” para “esconder o próprio rabo”.
O petista afirmou que, quando governou Minas Gerais, o tucano perseguiu professores de forma mais intensa do que a ditadura. “Não conheço, em nenhum momento da história, nem no regime militar, um momento em que os professores foram tão perseguidos como foram em Minas Gerais”, afirmou Lula. No vale-tudo, Lula tentou até subverter o tempo: indagou o que Aécio fazia quando Dilma foi presa por enfrentar a ditadura – ignorando que, na época, o tucano tinha apenas dez anos de idade.
Inacreditavelmente, Lula tentou definir o adversário com uma frase que resume de forma precisa a tática do PT: “É muito grave, porque as pessoas se acham no direito de desrespeitar os outros com muita facilidade e depois ir para a imprensa se passar de vítima. Não é possível.”
Mais ataques
Mais cedo, antes de Lula entrar no palanque, o mestre de cerimônias do comício leu uma carta de uma psicóloga petista que atribui a Aécio a prática de espancar mulheres e de uso de drogas, além de classificá-lo como “ser desprezível”, “cafajeste” e “playboy mimado”. Ela afirma que o tucano tem um “transtorno mental”.
Depois, o rapper Flávio Renegado, que discursou já na presença de Lula, do governador eleito Fernando Pimentel e de parlamentares petistas, disse que Aécio costumava fazer festinhas regadas a “pó royal”, uma gíria para cocaína. Durante o discurso de Lula, grande parte da militância presente emplacou um grito de “Aécio cheirador”, sob a complacência de Lula – o mesmo que, minutos antes, se orgulhara de nunca ter agido de forma desrespeitosa em nenhuma das campanhas eleitorais das quais participou.

Por Ricardo Setti da VEJA



Lula alucinado ofende aécio em Minas, corrupçao, PT, Dilma, Aecio Neves, charge eleiçoes 2014, eleiçoes 2014, muda brasil, acorda Brasil, charge Lula, Debate BAND, SBT, RECORD, GLOBO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain