sábado, 30 de agosto de 2014

BOMBA! Pressionada por Silas Malafaia, Marina recua na causa GAY

Por Carlos Parrini ... 

Na boa, sempre digo aqui que não tenho nada contra os gays. Sou apenas contra a promiscuidade que fazem em praça pública em frente as crianças e as famílias. Mas acho que cada um deve ser feliz como quiser em seu quadrado, sem pertubar ou influenciar aos outros.
Sou franco em dizer que sou contra esse papo de crianças serem adotadas compulsoriamente por Gays, sem terem idades de escolherem que gostariam de ter uma mãe com nome de Raimundo ou um Pai com nome de Janete.
Também sou contra os caras que se dizem defensores dos gays mas que não saem dos armários tipo o Jogador Ronaldo que saiu logo com tres boiolas, pra comer ou ser comido por eles, não sei. Ou mesmo o Romário que se mostra um machão, candidato da Dilma  a Senador do RJ, mas que sai com gay depois da noitada em boate.
Nada contra, mas convenhamos. Dizem que os homofóbicos matam um gay por dia mas ninguem defende os 50 mi1 heteros que Dilma deixa morrer anualmente no Brasil.


Que Dilma, Romário, Ronaldo e os Hipócritas dos direitos dos hermanos sejam contra os heteros, tudo bem ja que isso podemos esperar de quem apoia criminosos e só defendem Gays. Agora Marina, a queridinha do Brasil que usou um avião cedido por empresas fantasmas para matar Eduardo Campos, ficar em cima do muro contra sua posição favorável aos Gays, é muito pra minha caixola. É mais fácil para que eu acredite que ela esteja envolvida na queda do avião que jamais deveria estar voando por não ter donos, do que acreditar que ela seja contra os Gays pelo medo do inimigo numero 1 dos mesmos: Silas Malafaia.


EM TEMPO!



Vejam os babados:

PRESSIONADA POR MALAFAIA, MARINA RECUA NA CAUSA GAY

:
Menos de 24 horas depois de divulgar seu programa de governo, que contemplava a defesa dos direitos do público LGBT, Marina Silva volta atrás e solta nota para explicar que não era bem assim; o motivo foi a reação irada de Silas Malafaia, evangélico como Marina, que disse que o programa da candidata do PSB conseguia ser "pior do que o de PT e PSDB"; "O texto do capítulo “LGBT”, do eixo “Cidadania e Identidades”, do Programa de Governo da Coligação Unidos pelo Brasil, que chegou ao conhecimento do público até o momento, infelizmente, não retrata com fidelidade os resultados do processo de discussão sobre o tema durante as etapas de formulação do plano de governo", diz a nota divulgada por Marina
30 DE AGOSTO DE 2014 ÀS 13:49


Nota de esclarecimento sobre o capítulo “LGBT”, do Programa de Governo da Coligação Unidos pelo Brasil

O texto do capítulo “LGBT”, do eixo “Cidadania e Identidades”, do Programa de Governo da Coligação Unidos pelo Brasil, que chegou ao conhecimento do público até o momento, infelizmente, não retrata com fidelidade os resultados do processo de discussão sobre o tema durante as etapas de formulação do plano de governo (comentários pela internet sobre as diretrizes do programa, encontros regionais e as dinâmicas de escuta da sociedade civil promovidas pela Coordenação de Programa de Governo e pelos candidatos à Presidência pela Coligação).
Em razão de falha processual na editoração, a versão do Programa de Governo divulgada pela internet até então e a que consta em alguns exemplares impressos distribuídos aos veículos de comunicação incorporou uma redação do referido capítulo que não contempla a mediação entre os diversos pensamentos que se dispuseram a contribuir para sua formulação e os posicionamentos de Eduardo Campos e Marina Silva a respeito da definição de políticas para a população LGBT.
Convém ressaltar que, apesar desse contratempo indesejável, tanto no texto com alguns equívocos como no correto, permanece irretocável o compromisso irrestrito com a defesa dos direitos civis dos grupos LGBT e com a promoção de ações que eduquem a população para o convívio respeitoso com a diferença e a capacidade de reconhecer os direitos civis de todos.
Os brasileiros e as brasileiras interessados em conhecer as verdadeiras ideias defendidas pelos candidatos da Coligação Unidos pelo Brasil para a Presidência da República, Marina Silva e Beto Albuquerque, já o podem fazer por meio do site marinasilva.org.br ou pelos exemplares impressos que serão distribuídos a partir de hoje.


Pressionada por Silas Malafaia, Marina recua na causa GAY, Silas Malafaia nao apoiará marina silva, lgbt, movimento gay, homosexuais, homoafetividade, homofobia, hererosexual, charge marina

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain