terça-feira, 26 de agosto de 2014

BOMBA! Avião que caiu com Eduardo Campos pode derrubar Marina.

Por Carlos Parrini ... 

Como tinhamos falado aqui, tudo foi muito estranho com a queda do Jato que matou Eduardo Campos e comitiva. Agora ficou mais estranho ainda quando descobriu-se que o Jato não tinha dono. Ou melhor, ninguém quis assumir o filho.

Media preview
Será que Xapolim Colorado poderá ajudá-la?

O problema é que Eduardo Campos, Marina e comitiva, deveriam estar viajando de táxi aéreo e não num avião particular. Como Nenhuma empresa está assumindo ser dona do jatinho e nem por Marina e seus auxiliares não saberem de nada, o mais provável é que a Candidatura de Marina vá para o espaço já que estão cometendo um terrível crime eleitoral, inclusive com a morte de pessoas, entre eles um presidenciável. Não é estranho?

Olha o que disse Reinaldo Azevedo:

Acho estupefaciente que nem os adversários de Marina nem os jornalistas tenham tratado do que, a esta altura, pode e deve ser visto como um escândalo: o avião do PSB que voada no caixa dois. Marina foi usuária da aeronave, é a herdeira da candidatura do partido, pertence legalmente à legenda e está obrigada a dar explicações, sim.
Pois bem! Nesta terça, o partido emitiu uma nota oficial em que nada explica. Na prática, admite a existência do caixa dois. Mais de uma hora antes do início do debate, o Jornal Nacional levara ao ar uma reportagem da maior gravidade (ver post): uma rede de empresas fantasmas, com seus respectivos laranjas, está envolvida na compra do avião. Isso quer dizer que não se está mais falando apenas de crime eleitoral.
O assunto, por incrível que pareça, ficou fora da conversa, enquanto Marina dava aula de educação moral e cívica para seus adversários e se colocava acima do bem e do mal, como representante da nova política. Talvez os jornalistas tenham deixado o caso para os candidatos. Pode ser que os candidatos tenham deixado o caso para os jornalistas. Quem acabou se dando bem foi Marina Silva, que não teve de lidar com seus fantasmas e ainda apontou o dedo acusador contra os adversários.
Assim, convenham, fica fácil.
Por Reinaldo Azevedo


Vejam a Notícia:

Avião de Eduardo: Marina se cala e Beto desafia Polícia Federal

images-cms-image-000389217
O PSB continua encontrando dificuldades para explicar a quem pertencia o avião que vitimou Eduardo Campos e outras seis pessoas, na recente tragédia aérea em Santos. Os antigos proprietários, do grupo AF Andrade, alegam ter vendido a aeronave a pessoas próximas a Eduardo Campos.
O empresário que teria intermediado a transação, o pernambucano Aldo Guedes, sócio de Campos numa fazenda, nega ter adquirido a aeronave. O problema é que, tanto em um caso como em outro, o avião não poderia ter sido cedido à campanha, por não pertencer a uma empresa de táxi aéreo. E ninguém se dispõe a assumir a propriedade, uma vez que teria que arcar com os custos de indenizações às vítimas do acidentes.
Caso o imbróglio persista, a candidatura do PSB à presidência da República, encampada por Marina Silva, poderá até ser impugnada, uma vez que o uso da aeronave, também utilizada por Marina em outros voos, configuraria fraude à Justiça Eleitoral.
É uma situação tão delicada que Marina Silva, que fez campanha hoje em São Paulo, se negou a falar sobre o caso. Quem se pronunciou foi seu vice, Beto Albuquerque (PSB-RS), em tom de desafio à Polícia Federal, instando as autoridades policiais a provar qualquer irregularidade – na verdade, caberá ao PSB provar que o avião tinha dono, poderia ter sido usado como táxi aéreo e foi, de fato, contratado pela campanha.
Leia, abaixo, trecho da reportagem da Agência Brasil sobre a evasiva de Marina Silva e a declaração de Beto Albuquerque:
Ao ser questionada sobre notícia publicada hoje pela Folha de S.Paulo de que a Polícia Federal vai investigar se a aeronave do acidente que matou  Eduardo Campos foi comprada com dinheiro de caixa 2 do PSB, Marina deixou que seu vice, Beto Albuquerque, respondesse à pergunta. “Continuamos querendo explicações das causas do acidente, como ele caiu e porque a caixa-preta não tinha gravado [a conversa no avião]. Não sei o que a Polícia Federal está falando, mas se ela está falando, ela precisa apurar antes de falar. O partido prestará informações a todos sobre as condições daquele contrato”, falou ele, acrescentando que o PSB deve se pronunciar durante a semana sobre o assunto. 
Brasil 247


Encenação com apoio do IBOPE

Avião que caiu com Eduardo Campos pode derrubar Marina, maarina ganha no segundo turno, eleiçoes 2014, PSB, Corrupção, PT, Crime eleitoral, muda brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain