quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

#BOMBA! Fundação BB desviou R$ 36 Milhões para ONG`s ligadas ao #PT

Por Carlos Parrini ... 

Vai ser um milagre amanhecermos um dia sem termos o PT como manchetes de Jornais. Olha que todas as notícias tem destaques em crimes. Nada de bom. É de se estranhar vermos Dilma com mais de 70% das pesquisas do IBOPE, sem ter feito nada, apenas enviando dinheiro para o exterior, tendo comparsas presos, com promessas não cumpridas, Petrobras falindo, Eike Batista devendo Bilhões ao BNDES sem ser cobrado, gente morrendo em filas de hospitais, Mais Médicos só dando despesas, ONGs, Empreiteiras e Políticos enchendo os bolsos, enfim: Só prejuízo.
Lula no início até que conseguiu um pouco de sucesso, mas quando descobriram que é chefe da quadrilha e que tem uma ladra como amante e assessora, não será capaz de se eleger nem como porteiro de motel.
Essas palestras que pagam 300 mil, é pura lavagem de dinheiro e que só fazem o povo rir de nossa desgraça. Difícil vê-lo não falar besteira e estar porre numa dessas palestras.
Mas quem está esperando por um milagre pra ver isso tudo acabar, deve tirar o cavalinho da chuva pois estamos falando de uma gangue que está disposta a tudo. Assim sendo, nunca deixará de ser manchete de jornais.


Vejam mais um babado:


Lista de ONGs e prefeituras que receberam verba está sob investigação

Direto da Porta da Cadeia
Controlada pelo PT, a Fundação Banco do Brasil firmou convênios de R$ 36 milhões com entidades ligadas ao partido e familiares de seus dirigentes. A lista de organizações não governamentais, associações e prefeituras beneficiadas está sob investigação da Polícia Civil do Distrito Federal. O banco faz auditoria nos contratos e parcerias.

De acordo com a Agência Estado
, a Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco) do Distrito Federal apreendeu documentos e computadores na sede da fundação, em Brasília. Dois DVDs e um CD foram retirados do gabinete do atual presidente da fundação, Jorge Alfredo Streit (foto ao lado), ligado ao PT. Ele foi candidato ao governo de Rondônia pelo partido.

A posse na fundação, em junho de 2010, foi prestigiada por quadros importantes da sigla, entre eles cinco parlamentares e o então ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci. 


Streit sucedeu a Jacques Pena, filiado ao PT do DF, cuja administração foi marcada por repasses a entidades ligadas aos seus parentes, agora sob investigação. Com sede numa sala sem placa de identificação em Brasília, que fica trancada em horário comercial, só a Associação de Desenvolvimento Sustentável do Brasil (Adesbra) firmou parcerias de R$ 5,2 milhões desde 2003. O diretor executivo da entidade, Joy de Oliveira Penna, é irmão de Jacques e tem ligações com outras entidades contempladas com recursos. 


Filiado ao PT de Goiás, Joy também participa da Rede Terra, como registra documento da fundação, divulgado pelo 
Estado. Desde 2007, a entidade assinou convênios de R$ 7,5 milhões com a fundação. Com sede em Cristalina (GO), é dirigida por Luiz Carlos Simion, cujo irmão, Vilmar Simion, é coordenador executivo da Programando o Futuro, outra ONG contemplada com mais R$ 4,9 milhões para projetos de inclusão digital em Valparaíso de Goiás.

Os irmãos Pena são conhecidos por levar para a fundação a República de Caratinga, sua cidade de origem. Com a Associação dos Produtores Rurais e Agricultores Familiares de Santo Antônio do Manhuaçu, sediada no município, a fundação firmou convênio de R$ 1,05 milhão. A associação é comandada por dois primos de Jacques e Joy. "Tem razão de estar desconfiando, porque é parente, né?", admite o ex-presidente, atual tesoureiro da associação e primo da dupla, Sérgio Pena de Faria. 


Segundo ele, o projeto desenvolvido na cidade, para aperfeiçoar técnicas de produção agrícola, foi apresentado por outra entidade, mas a fundação não a aceitou, pois a proponente tinha só dois anos de existência. Os dirigentes, então, pediram que a associação a substituísse. 


"Cedi os documentos, mandaram para lá, onde que foi aprovado", conta Pena, negando favorecimento. "Essa associação não é igual a gente ouve falar aí que é só para desviar dinheiro. Pode dormir 'sono solto' que os documentos estão direitinho. Esse projeto foi o mais vigiado do Brasil", assegura, acrescentando que os fiscais da fundação fiscalizaram a execução e que houve prestação de contas. 


Para Caratinga, a fundação mandou mais R$ 1,3 milhão para construir o Centro de Excelência do Café na gestão do ex-prefeito João Bosco Pessine (PT). A atual administração, do PTB, diz que teve de fazer obras adicionais para completar o projeto. Pessine não foi localizado.
 

Denúncia. 
 
A investigação da Polícia Civil começou a partir de denúncia de uma servidora da fundação, que está sob proteção policial e da área de segurança do Banco do Brasil. O órgão explica que as apurações são da sua alçada, e não da Polícia Federal, pois a fundação recebe recursos do banco, uma empresa de economia mista.

A funcionária teria recebido ameaças após delatar suposto esquema de desvio de recursos. Ela contou à polícia que a prestação de contas de algumas entidades não era analisada adequadamente. Não está descartado o afastamento do atual presidente da fundação, Jorge Alfredo Streit. A expectativa no Banco do Brasil é de que as primeiras conclusões da auditoria saiam neste fim de semana. 


As denúncias sob investigação integram processo sob sigilo que tramita no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. A fundação explica que não teve acesso aos autos. Recentemente, atendendo à solicitação, enviou informações ao Ministério Público do DF. 
 

Fonte: Agência Estado - 07 de setembro de 2013

http://tatodemacedo.blogspot.com/2013/09/fundacao-banco-do-brasil-desviou-r-36.html


Fundação Banco do Brasil desvia R$ 36 milhões para ONG ligada ao PT, Charge BB, Charge PT, Banco do Brasil, ONG, Desvio Dinheiro publico, Corrupção

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain