quinta-feira, 7 de novembro de 2013

#BOMBA! HADDAD demite Auditora fiscal que testemunhou contra Secretário.

Por Carlos Parini ... 

Assim é o PT. Entrou em São Paulo, começou denunciando a Oposição no Caso Siemens e logo pararam quando o negócio começou a envolver Petralhas. Situação idêntica começaram a fazer com Gilberto Kassab e como sempre o negócio foi até chegar aos Petralhas. Daí vai parar também. As vésperas das eleições, eles só queriam que a oposição fosse denunciada, nada de seus capangas.
São verdadeiros tiros nos pés que esses aloprados não param de dar sem medir as consequências. Olha que falta 1 ano para as eleições e eles já começaram os golpes sujos. Só esqueceram de uma coisa: Eles tem telhados de vidro e são mais sujos que pau de galinheiro.
Fico abismado quando a Globo gasta 1 semana falando do caso Siemens, outra semana do caso Kassab mas não abre uma nota de rodapé para falar que os Petralhas também estão envolvidos nos mesmos esquemas. 

RELAÇÕES PERIGOSAS: MULHER DO SECRETÁRIO DE HADDAD É SÓCIA 
DE AUDITOR PRESO POR CORRUPÇÃO NA PREFEITURA DE SÃO PAULO

Que a Dilma não fala e não faz nada contra os que roubam embaixo de seu nariz, isso é fato. Mas que a Globo está se prestando a dar notícias incompletas, isso é novidade. Por que será? Sabemos que a Globo só quer saber de Copa. Por isso ela não falou mal de Ricardo Teixeira e Orlando Silva que roubavam direto a CBF e muito menos de Sergio Cabral e Eduardo Paes que gastam os tubos para ver essa copa rendendo votos. Só isso, pois de nada prestarão esses estádios.
Dizem que quando querem alcançar seus intento, esses criminosos vendem até a mãe. Sem contar aqueles que morreram por tentar atrapalhá-los. Tiro no pé é  coisa que se faz um dia e o povo esquece no outro.


Vejam as últimas trapaças dos desesperados que querem tomar o poder em São Paulo, custa o que custar:

06/11/2013 - 21h17

Haddad afasta auditora fiscal que testemunhou contra seu secretário

DE SÃO PAULO

O prefeito Fernando Haddad (PT) afastou nesta quarta-feira (6) de cargo de confiança a auditora fiscal que reforçou suspeitas da ligação do secretário de Governo, Antonio Donato, com servidores suspeitos de provocar um rombo de R$ 500 milhões na prefeitura.
Em depoimento ao Ministério Público, Paula Sayuri Nagamati disse ter ouvido de um dos auditores presos que houve colaboração à campanha de Donato à Câmara Municipal, em 2008, com "dinheiro fruto da fiscalização". O caso foi revelado pelo "O Estado de S. Paulo".
Hoje, a prefeitura decidiu afastá-la --apesar de a Promotoria dizer que ela não é investigada pelo caso.
"A Paula Sayuri é testemunha no meu procedimento. Ela sempre foi e está sendo tratada como testemunha. Não existe qualquer acusação formal, qualquer fato imputado a Paula Sayuri que a coloque como investigada no meu procedimento", disse o promotor Roberto Bodini.
Paula ocupava até então cargo de supervisora técnica na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.
Ela foi chefe de gabinete do ex-secretário de Finanças Mauro Ricardo, ligado ao ex-prefeito José Serra (PSDB).
Antes do depoimento da auditora, Donato, braço político do prefeito Haddad, já havia sido citado em outros três episódios por envolvidos no esquema do ISS.
Em uma interceptação telefônica, Vanessa Alcântara, ex-companheira do auditor Luis Alexandre Cardoso de Magalhães, também acusado na fraude, afirmou que Donato teria recebido do grupo R$ 200 mil para a campanha.
O prefeito saiu em defesa do secretário de Governo e atacou as duas mulheres, que não são investigadas.
"É preciso analisar. A fonte é a mesma, a quadrilha. Tanto a Vanessa quanto a Paula fazem parte do esquema e esses agregados estão tentando tumultuar", disse.
Na versão da assessoria de Haddad, a decisão de afastar a auditora não é uma retaliação e havia sido tomada na semana passada. Paula, disse, nem teria aparecido no trabalho nesta semana.


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Haddad tenta comprometer Kassab e acaba dando tiro no próprio pé. Seus secretários estão em polvorosa.

JilmarTatto é deputado Federal do PT de SP. É de uma família do PT. São todas raposas felpudas do Partido, sempre envolvidos em escândalos. Este caso armado pelo prefeito Haddad para atingir Kassab e Serra, é muito semelhante ao caso da Siemens, que saiu do noticiário depois que o escândalo começou a atingir líderes do PT em todo o País. Tatto não é o único auxiliar de Haddad envolvido.  Leia nota do site www.veja.com.br desta tarde:

O secretário municipal de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto (PT), disse nesta quarta-feira que a empresa de sua mulher, Adli Tatto, e do auditor fiscal Moacir Fernando Reis – investigado pela Controladoria-Geral do Município – nunca movimentou dinheiro. O site de VEJA revelou nesta terça-feira que a mulher de Tatto é sócia de Reis no estacionamento Samepark – uma microempresa com sede registrada na residência do petista na Vila Mariana, na Zona Sul da capital paulista. 


E para finalizar, veja como funciona o esquema Petralha:

ESQUEMA PETRALHA PARA RESOLUÇÃO DE CRISES

O autor do blog Contra a Correnteza batiza esta sua excelente criação de “Esquema Petralha para Resolução de Crises”. Atenção! Ele criou este quadro sinóptico, né? Os verdadeiros autores da sem-vergonhice são os suspeitos — e culpados — de sempre…
petralhograma2
Por Reinaldo Azevedo


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:



VEJA OUTRAS FORMAS FÁCEIS SEGURAS E BARATAS DE SE CONSEGUIR MUITO DINHEIRO NA NET:
http://blogdoparrini.blogspot.be/2016/06/renda-extra-formas-seguras-e-baratas.html

Ratings and Recommendations by outbrain