quinta-feira, 3 de outubro de 2013

#BOMBA! Renan Calheiros tentou comprar 1,7 Ton. de carne para Casa Oficial

Por Carlos Parrini ... 

Bom, para um camarada que disse que vendeu 1000 bois para um pequeno açougue em Maceió com notas frias, adquirir 1,7 toneladas de carnes para sua residencia, é só para tira-gosto. 
Mas para o criminoso, qualquer motivo é uma oportunidade de embolsar mais uma grana alheia. Estamos chegando em épocas de eleições e as despesas aumentam absurdamente, ainda mais depois das denuncias de que muitos contratam cabos eleitorais, fingindo que eles fazem serviços voluntários e acaba inflacionando esse mercado de compra de votos. 

Os laranjas de Renan são compostos de Bois, Açougueiros,
 Amantes, Garçons e Mordomos. Haja dinheiro público!

Mas não pense você que isso desfalcará a vida desses políticos acusados de ladrões, pois afinal, enquanto estiverem lá, o dinheiro não faltará. Só pra nós. Isso porque nos conformamos comendo churrasquinhos de gatos enquanto eles comem carne de primeira mal passada e suculenta, pingando sangue dos otários.


Vejam o babado:

Senado suspende pregão para comprar 1,7 t de carne e outros itens para casa de Renan

Guilherme Balza
Do UOL, em São Paulo

O Senado suspendeu um pregão que seria aberto na manhã desta quarta-feira (2) para comprar 270 itens, entre alimentos e produtos de limpeza estimados em R$ 98 mil, que iriam abastecer a residência oficial do presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), pelos próximos seis meses.
A lista inclui 133 tipos de carnes, que totalizam 1,7 tonelada. Dividida por 180 dias, a quantidade média é de quase 10 kg diários. Entre as carnes há camarão (45 kg, a um custo de R$ 5.145), filé mignon (100 kg por R$ 4.050), salmão (20 kg por R$ 1.710), bacalhau (20 kg a R$ 1.582) e picanha (50 kg a R$ 1.975) --clique para acessar a lista completa.
  • Reprodução de um trecho da lista suspensa
"Os materiais a serem adquiridos visam suprir as necessidades de mantimentos alimentícios, materiais de copa e cozinha e higienização destinados ao Senado Federal", diz o texto do pregão, cujo vencedor seria o fornecer que apresentasse o menor preço para a lista.
A concorrência foi suspensa por ordem do diretor-geral do Senado, Helder Rebouças. Comunicado oficial da Casa informa que o pregão foi suspenso "tendo em vista as medidas de racionalização administrativa adotadas por esta Casa Legislativa e a necessidade de reavaliação dos processos de contratação, informo a  suspensão do Pregão Presencial nº 119/2013." 
Procurado, Renan Calheiros orientou a reportagem e entrar em contato com sua assessoria. Um assessor do senador afirmou que o pregão foi suspenso porque que havia "muito erro na quantidade" dos produtos, "itens em excesso" e "preços superfaturados".
Este mesmo assessor disse que a presidência da Casa "não tem ideia" de quem redigiu o pregão e confirmou que toda a lista iria abastecer a casa do presidente do Senado.
Outros itens impressionam pela quantidade: são 160 kg de pão francês, 95 kg de queijos de vários tipos e 2.400 ovos. A lista inclui ainda a compra de nectarinas importadas, carne de marreco e pato.


Renan Calheiros tentou comprar 2 toneladas de carne, charge renan calheiros, corrupção, PMDB, Senador Renan Calheiros, escandalo do boi, jose sarney, alagoas, maceió, acorda brasil, blogosfera

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain