Se você não Compartilhar, ninguém vai saber!!!


segunda-feira, 25 de março de 2013

#BOMBA! Povo de Petrópolis protesta e vaia #Dilma pela 8ª vez, em Missa de 7º Dia.

Por Carlos Parrini ... 

Dois anos e mais de 1000 mortos depois, Dilma resolveu dar as caras em Petrópolis e foi vaiada pela 8ª vez (Veja AQUI as outras sete). E com razão diga-se de passagem. Não é só pela festança que ele deu com a maior comitiva do mundo levada para fotografar ao lado do PAPA, nem só pelos milhares de mortos que houveram por não terem liberado as verbas contra prevenções antes e após a tragédia em 2011 onde morreram centenas de inocentes (Que Dilma diz terem se suicidado por morarem em morros), nem só por até hoje haverem gente sem casa e sem aluguel social, mas pela hipocrisia dela e Sergio Cabral aparecerem lá apenas na missa do 7º Dia. Nada nesse mundo podia impedi-los de não tirarem fotos com o PAPA, que serão distribuídas como troféus nas campanhas eleitorais. Quando isso acontecer, o brasileiro já terá curtido a Copa das confederações, Copa do mundo e já não se lembrará mais da tragédia em Petrópolis, embora o povo de lá jamais esquecerá.


Essa é a prova mais cabal de que as pesquisas são encomendadas pois jamais eles passariam em Petrópolis ou em áreas abandonadas a Deus dará, para saberem se estão satisfeitos com Dilma, Cabral e outros do bando
As vaias para Dilma não é só na Região Serrana onde sempre tem desabamentos quando chove ou no Sertão onde nunca chove, mas de uma forma em geral. Como alguém tão maquiavélico pode ter 80% de aprovação?
Antes de eu terminar, esse mês ainda não vaiei Dilma, portanto deixe registrá-la aqui: UUUUUHHHHHHHHHH

Dilma, Cabral e os puxa-sacos, sempre chegam atrasados.
De preferencia depois que muitos já morreram.
A presença deles ajuda a justificar e manter altas pesquisas no IBOPE 
para aqueles que não perderam um ente querido por culpa deles.
Promessas, Carnaval e Copa do mundo, resolvem qualquer pesar.

Vejam os protestos:

Grupo protesta contra Dilma em frente à catedral de Petrópolis

Os manifestantes gritaram palavras de ordem quando o prefeito Rubens Bomtempo (PSB) chegou ao local
25/03/2013 | 18:49Folhapress
Um grupo de cerca de 20 pessoas realiza um protesto na tarde desta segunda-feira (25) em frente à catedral de Petrópolis, onde a presidente Dilma Rousseff é aguardada para a missa de sétimo dia das 33 vítimas dos deslizamentos na cidade. Em cartazes, os manifestantes criticam a falta de investimentos em contenção de encostas e novas moradias. Cobram Dilma e o governador Sérgio Cabral (PMDB) pelos recursos prometidos.
Erguendo um cartaz com os dizeres "Não queremos sua oração! Queremos sua ação! Não à omissão!", a historiadora Simone Assis, 39, criticou a visita da presidente à cidade. "Vejo mais como uma campanha política. Já aconteceu antes e nenhuma medida foi tomada. As pessoas continuam morando em área de risco", disse ela.
O grupo, que marcou a ação por redes sociais, trouxe cartazes como "Lamentar não ressuscita" e "Japão demorou dois anos para se reestruturar. Quantos nós precisaremos?". Os manifestantes gritaram palavras de ordem quando o prefeitoRubens Bomtempo (PSB) chegou ao local.
A missa, marcada para as 17h, está em atraso, aguardando a chegada de Dilma. Familiares de vítimas esperam o início da cerimônia rezando o terço. O sobrevoo que Dilma faria na cidade foi cancelado em razão do mau tempo. Ela se reúne após a missa com o Bomtempo sobre as necessidades emergenciais da cidade.

Ainda tem a cara de pau de dizerem que o povo é culpado por morar em morros.
Dois anos se passaram, não fizeram nada, ninguém recebeu uma casa para morar e 
Poucos receberam aluguel Social. Quem são os culpados mesmos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se voce gostou, curta e compartilhe.

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...