quarta-feira, 6 de março de 2013

#BOMBA! Aécio Neves DETONA: #Dilma lançou o mesmo Programa três vezes.

Por Carlos Parrini ... 

Até concordo com o Senador pois até dá no saco. Dilma pensa que todos nós brasileiros somos ignorantes e de memória curta. Tá sempre lançando o mesmo programa mas nunca põe em prática. O do saneamento já lançou três vezes e nada foi feito e 50% da população continua sem água e esgoto. O PAC duas vezes mas continua empacado.
A bem da verdade é que quando começam alguma obra, são paralisadas por corrupção ou para aumentarem os preços. As obras da Copa só estão saindo rápidas, apesar dos superfaturamentos, porque causarão impacto imediato no ano das eleições. Obras como as das Transposições do São Francisco, além de terem dobrado de preço, já estão dando prejuízo antes de serem inauguradas. Vale lembrar que as eleições não serão alteradas com os poucos beneficiários dessa obra bilionária, porém milhares estão padecendo de sede sem ela. Estão com dois anos de atraso e sem previsão para acabar.
E assim eles vão levando. Investindo nas obras que dão mais votos como Copas, Olimpíadas e esmolas, que no essencial que não dá quase nada, só dinheiro para corruptos e empreiteiras camaradas.
Embora Dilma e o PT sejam lentos em Obras essenciais, estão sendo ligeiros em gastar dinheiro para ir no enterro do criminoso e ditador Hugo Chaves.
Bem feito para o povo. Quem manda ter memória curta e ser ignorante? Embora eu seja do povo, me tirem fora dessa, pois não votei nesses canalhas. Disso me orgulho.

Vejam as alfinetadas de Aécio Neves:

06/ 03/ 2013 às 19:55

Aécio Neves critica relançamento de obras pelo Palácio do Planalto

George Gianni/PSDBBrasília - O senador Aécio Neves (PSDB-MG) criticou, nesta quarta-feira (06/03), o relançamento feito hoje pela presidente Dilma Rousseff de um mesmo conjunto de obras de saneamento, mobilidade e pavimentação que totaliza R$ 33 bilhões. O pacote destinado a estados e municípios já foi anteriormente anunciado por duas vezes: em março de 2010 e em janeiro passado, durante encontro com prefeitos no Palácio do Planalto.
Nesta manhã, a presidente Dilma voltou a lançar os projetos durante encontro com governadores. Os R$ 33 bilhões em obras já estavam previstos na segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
“O Palácio do Planalto havia se transformado em um Cabo Canaveral, cada semana um lançamento novo. Mas, dessa vez, o Planalto se superou, porque nem Cabo Canaveral faz relançamentos. Na verdade, a presidente lança hoje um conjunto de obras que já havia lançado em janeiro para os prefeitos que aqui vieram. São os mesmos recursos. Coube até ao ministro das Cidades, agora, reconhecer isso. Queremos que os investimentos venham, cheguem aos municípios, aos estados”, disse Aécio.
Lançado em março de 2010, pouco antes da campanha eleitoral, o governo federal não conseguiu concluir sequer metade das obras prometidas no PAC 2. A repetição do anúncio dos mesmos investimentos esta manhã foi esclarecida posteriormente pelos ministros das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e do Planejamento, Miriam Belchior.
Promessa eleitoralAécio Neves cobrou também que o governo do PT zere o PIS/Cofins das empresas de saneamento do país, que hoje têm sua capacidade de investimento comprometida pelos altos impostos. O senador lembrou que esta foi uma das promessas de campanha da presidente Dilma em 2010.
“Confesso que aguardava que a presidente pudesse cumprir com o compromisso de campanha assumido com todos os brasileiros. No dia 17 de outubro de 2010, praticamente uma semana antes do segundo turno, ela anunciou que zeraria o PIS/Cofins incidente sobre as empresas de saneamento para que elas pudessem investir mais. Hoje, as empresas pagam em tributos praticamente o mesmo que fazem em investimentos. A presidente perde uma enorme oportunidade de resgatar pelo menos um dos muitos compromissos de campanha que ficaram pela estrada”, disse.
Vale-tudoO senador Aécio Neves lamentou a declaração feita esta semana pela presidente Dilma Rousseff de que se faz “o diabo quando é a hora da eleição”.
Para Aécio, as campanhas eleitorais devem ser pautadas no respeito ao adversário e na apresentação de propostas ao eleitor.
“Não vale tudo na eleição. Em uma eleição se deve discutir programas, apresentar propostas, respeitar o contraditório e deixar que, livremente, a população escolha qual a melhor opção. Nós não entraremos, até porque jamais fizemos isso, em um vale tudo. Seja agora, seja no período eleitoral. Espero sinceramente que tenha sido apenas mais um tropeço da presidente com as palavras, e não uma senha para os aloprados do PT. Sobretudo quando se detém cargo público, é preciso respeitar o adversário. Não apenas no período pré-eleitoral, mas principalmente no período eleitoral”, afirmou o senador Aécio.
Lula saiu mas a podridão continua. Muita roubalheira e nenhum benefício. Só esmolas.




m

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain