segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

#BOMBA! Renan Calheiros Julgará pedido de Impeachment contra GURGEL.


Por Carlos Parrini ... 

Chegou a hora de se vingarem. Esse safado do Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, teve a coragem e petulância de denunciar os Mensaleiros, o ex-presidente Lula e Renan Calheiros por corrupção. Já conseguiu que os Mensaleiros do PT e comparsas, fossem condenados. E, se deixarem, esse canalha vai denunciar mais comparsas e fazer um estrago nessa roubalheira jamais vista na história do Brasil. Portanto, chegou a hora. Primeiro o Bom Samaritano Collor havia feito no Senado um pedido de Impeachment contra esse inimigo numero 1 dos ladrões de dinheiro público, agora está nas mãos do Gente Boa e Presidente do Senado Renan, julgar se esse algoz seja ou não impeachmado. 
Roberto Gurgel está ferrado. Tinha que ter inocentado os ladrões. Agora colocaram sua cabeça a premio. A Vingança tarda mais chega. A justiça, quem sabe?


Vejam a matéria:

Renan terá de decidir sobre pedido de impeachment contra Gurgel

O futuro do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, está nas mãos do novo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL). A missão do senador alagoano será de colocar para apreciação de seus pares, uma representação contra seu principal acusador. A denúncia pede a abertura de impeachment contra o procurador-geral no caso do bicheiro Carlinhos Cachoeira.
O pedido de impeachment de Gurgel foi apresentado no ano passado, pelo também senador alagoano Fernando Collor (PTB/AL) durante o funcionamento da CPI. A denúncia ocorreu devido à recusa do procurador em comparecer ao Senado para explicar a falta de denúncia da organização criminosa, mesmo com as provas colhidas pela Polícia Federal nas operações Vegas e Monte Carlo.
Na época, o PMDB tentou retirar o nome de Gurgel do relatório da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPI) do Cachoeiro. O próprio Renan teria se articulado no ano passado nos bastidores para que o procurador não fosse citado por prevaricação diante das suspeitas levantadas sobre o esquema comandado pelo contraventor Carlinhos Cachoeira.
O que muda, é que uma semana antes das eleições para o Senado, Gurgel resolveu atacar o senador alagoano. O procurador desengavetou e apresentou no Supremo Tribunal Federal (STF) uma denúncia contra Renan Calheiros, mostrando uma postura nada imparcial.
Nesta sexta-feira (01), durante a sessão do Senado que elegeu Renan, o apoio dado por Collor ao novo presidente teve um tom de ataque ao Gurgel. “Como é que esse senhor tem autoridade moral para apresentar uma denúncia contra um Senador da República que já foi julgado pelo Senado Federal?”, questionou Collor. “Cabe a esta Casa, o Senado da República, julgar essa representação, que já está tramitando no Senado da República”, pediu o ex-presidente.
“Embora tenha hoje a função de procurador-Geral da República, esse senhor é prevaricador, chantagista e, portanto, sem autoridade moral de colocar um Senador já absolvido por este Plenário numa situação de constrangimento, em que ele quis colocar quando da apresentação desta pseudodenúncia”, disse Collor.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain