sábado, 2 de fevereiro de 2013

#BOMBA! PROMOTOR já tinha denunciado Boate Kiss em 2011 e nada mudou.

Por Carlos Parrini ... 

Alguém precisa ser incriminado por essa tragédia praticamente anunciada. Os Prefeitos do Brasil todo esperaram acontecer essa tragédia no RS, para iniciarem as providências. Isso é muito grave e cabe impeachment como na Argentina onde houve caso semelhante e ainda teve prisões de fiscais e servidores públicos. O Governo Estadual também tem culpa por não contratar mais Bombeiros e fiscais para evitar que mais de 2.000 empresários fiquem esperando uma vistoria ou renovação de Alvará. E o pior de tudo é o Governo Federal, não ter em estoque o antídoto para neutralizar a intoxicação pelo gás cianídrico liberado na queima da espuma ilegal, teve que importar as pressas dos Estados Unidos para os 120 que estão nos Hospitais. Dezenas ou centenas de vidas poderiam ser poupadas se não fosse também essa incomPTência do Ministério da Saúde e Governo Federal.

Vejam a foto de mais uma descoberta referente ao Incêndio:



E aqui está a matéria sobre o Promotor:

Promotor fez denúncia contra a boate Kiss em 2011 após pedido de bombeiros

Rodrigo Bertolotto
Do UOL, em Santa Maria (RS

Uma requisição do MP-RS (Ministério Público do Rio Grande do Sul) de 7 de julho de 2011 pedia uma vistoria na boate Kiss, de Santa Maria, para verificar a situação sanitária e de plano de combate a incêndio na casa noturna onde morreram mais de 200 jovens na madrugada do último domingo (27).

O documento é assinado pelo promotor público João Marcos Adede y Castro, que se aposentou em dezembro do último ano. "Eu recebia muitas denúncias de bombeiros que iam fiscalizar os locais e não eram obedecidos pelos proprietários. Então, eles me procuravam porque se sentiam impotentes e não conseguiam obrigar os donos a seguirem as leis. Foi o caso da denúncia dessa boate", relata Castro.

VEJA O DOCUMENTO

  • Reprodução
    Documento mostra requisição de 2011 que pedia inspeção sanitária e do plano de combate a incêndio
A comunicação tinha como destinatário Wladimir Comassetto, então um dos comandantes locais da Brigada Militar, a denominação gaúcha para a PM. A Brigada é a responsável pelo Corpo de Bombeiros em todo o Rio Grande do Sul. Comassetto hoje está na reserva.
Como comprovou a tragédia que comoveu o Brasil e o mundo, não houve mudança significativa na casa noturna. "Aqui em Santa Maria há uma resistência forte porque os empresários não querem gastar com segurança e não há uma pressão governamental para controlá-los", conta o promotor, que diz ter mandado mais de 400 pedidos de fiscalização do comércio da cidade gaúcha.

ERRATA:
Esta matéria do UOL cita o nome de Wladimir Comassetto, e de forma incorreta, a qual pode ser conferida em seu site onde já consta a retificação conforme abaixo:

"O UOL Notícias errou ao se referir em texto publicado no dia 2 de fevereiro de 2013 a Wladimir Comassetto, comandante do 1º Regimento de Polícia Montada (subordinado ao Comando Regional de Polícia Ostensiva da Região Central do Rio Grande do Sul), como um dos responsáveis pelo Corpo de Bombeiros de Santa Maria (RS). O texto "Promotor fez denúncia contra a boate Kiss em 2011 após pedido de bombeiros" dizia que uma requisição do Ministério Público fora enviada a Comassetto, citado então como "um dos comandantes locais da Brigada Militar". O texto dizia também que a Brigada é responsável pelo Corpo de Bombeiros em todo o Estado. Na verdade, o Comando Geral da Brigada é que é hierarquicamente superior ao Corpo de Bombeiros. A reportagem também errou por não ter incluído no texto as argumentações de Wladimir Comassetto, que entrou mais tarde em contato com a redação por meio da página do UOL Notícias no Facebook. A redação informa também que o uso da rede social como forma de entrar em contato com a equipe de jornalismo não é a mais adequada para casos como este."
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/02/02/promotor-fez-denuncia-contra-a-boate-kiss-em-2011-apos-pedido-de-bombeiros.htm
Remédio importado dos EUA, chegou atrasado para socorrer vítimas
O que mais se encontra é remédio para satisfazer viciados. 
Mas pra salvar precisa importar ou contar com a sorte

Bom, diante disso tudo, não adianta só incriminar os donos e os músicos, mas tem que enquadrar a todos que contribuíram com tudo isso.
Mas como incriminar se o vocalista não sabia que o teto não estava preparado para receber uma rajada de fogo e muito menos que estava forrado com uma espuma perigosa? Os donos podem dizer que a culpa foi dos Bombeiros que não foram lá inspecionar. O Promotor mandou os Bombeiros irem lá e lavou as mãos. O Governo do RS não sabia que os Bombeiros não foram lá porque tinha pouca gente para fazer isso. E Dilma não sabia que o Ministério da Saúde tinha de ter um remédio para intoxicação por gás cianídrico.
Enfim, Prefeitura de Santa Maria, Governo do RS, Governo Federal são todos ligados ao PT. Assim, tudo acabará em pizza e ninguém será incriminado.
E quanto aos mortos? Ah, seus parentes vão ganhar uma boa indenização dos cofres públicos.
E os presos? Serão soltos porque são réus primários e deverão prestar serviços de troca de flores no cemitério de Santa Maria, suponho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain