quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

#BOMBA! Justiça Condena EDIR MACEDO a devolver DOAÇÃO de FIEL:

Por Carlos Parrini ... 

Como falamos AQUI, o Falso Bispo Edir Macedo (Vide Hebreus 5:4) é o charlatão mais rico do Brasil. Sua riqueza é proveniente de pessoas de boa fé que acreditam que esse mundano, assassino de fetos e ladrão, vai livrá-los do mal, através das doações para as fogueiras santas, cadeiras nos céus, óleos ungidos pelos safados e outras criações. Também está ficando mais rico através da Política. Seus deputados já foram presos carregando malas de dinheiro para o PT, estão sendo presos por Participarem do Mensalão e etc.


Mas a bem da verdade, vemos que esse LOBO fantasiado de Cordeiro, já está sendo processado porque o povo está abrindo os olhos. Eles estão se ligando ao que Cristo dizia: De graça recebeis, de graça deis. Assim, muitos fiéis já estão tomando suas providências e felizmente são amparados pela LEI. Ninguém será condenado ao inferno por estar processando esses safados. Eles não são homens de DEUS. Gente que apoia ABORTO, Bandidos Políticos e roubam fiéis, devem ser condenados e ficarem pobres até morrer.


Vejam como o CARA é safado nesse vídeo abaixo, onde ele ensina outros vagabas a roubar:


Vejam mais vídeos: 
Aqui um ouvinte chama Edir Macedo de ladrão:

Filhas de Edir Macedo rindo da desgraça alheia:

Bispo Macedo bebe cerveja:

Bispo Macedo internado no Manicomio:



Vejam a matéria divulgando a condenação de Edir Macedo da Igreja Universal:

04/02/2013 - 20h34

Justiça condena Igreja Universal a devolver doação de fiel

A 5ª Turma do Tribunal de Justiça do Distrito Federal confirmou decisão que condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a devolver R$ 74,3 mil doados por uma fiel que se arrependeu.
O valor deve aumentar já que deve ser atualizado de acordo com o índice de inflação e os juros de mora.
O julgamento aconteceu na quarta-feira passada (30). A Universal lembrou que a decisão não é definitiva e informou que vai recorrer aos tribunais superiores.
De acordo com o processo, entre 2003 e 2004, Lindalva da Conceição Silva disse que estava fragilizada após enfrentar uma separação. Um pastor da igreja teria aproveitado a situação para induzi-la a fazer doações maiores a que estava acostumada, segundo o processo.
Ainda segundo a ação, Silva então deu dois cheques que totalizaram R$ 74,3 mil para um pastor, que logo depois desapareceu.
Em sua defesa, a Universal argumentou que Silva sempre foi empresária, não ficou sem rendimentos por causa da doação e tinha capacidade de discernimento para avaliar a vantagem de frequentar a igreja e fazer doações.
"A liturgia da igreja baseia-se na tradição bíblica, ou seja, que é a Bíblia que prevê a oferenda a Deus em inúmeras passagens, destacando, na passagem da viúva pobre, que doar tirando do próprio sustento é um gesto de fé muito mais significativo", afirma a defesa.
Na primeira instância, a juíza da 9ª Vara Cível de Brasília entendeu que a doação comprometeu o sustento da fiel, que teve inclusive dificuldade para comprar alimentos.
A decisão foi tomada ainda com base no artigo 548 do Código Civil: "É nula a doação de todos os bens sem reserva de parte, ou renda suficiente para a subsistência do doador".
Em 2009, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou, em outro caso, que a igreja devolvesse R$ 2.000 para um fiel que havia se arrependido de ter feito uma doação.



Se Cristo voltasse a terra diria: Se isso é Cristianismo, Eu não Sou Cristão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain