terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Piadas de NATAL! A Loira e o Papai Noel (Cuidado!)


Loira e o Papai Noel


Uma loira linda e maravilhosa tinha uma fantasia sexual esquisita. Era doidinha pra transar com o Papai Noel.
Na noite de Natal ela vestiu a sua camisola mais sexy, cobriu-se de perfume e sentou-se ao lado da lareira para esperar o bom velhinho.
Por volta das duas da madrugada, lá vem o bom velhinho descendo pela chaminé. Assim que ele põe os pés no chão, ela corre para abraçá-lo e sussurra em seu ouvido:
— Papai Noel, passa a noite comigo?
— Ho... ho... ho... — fez ele. — Infelizmente não posso! Tenho um monte de presentes para entregar.
Então, ela tira a camisola e fica só de calcinha.
— Ah! Passa vai...
— Infelizmente, não vai dar! — responde o Papai Noel, suspirando.
Ela tira a calcinha.
— Ah! Passa vai...
O Papai Noel coça a cabeça, pensa um pouquinho e responde:
— Passar a noite não posso... mas pelo menos uma rapidinha vamos ter que dar, porque senão eu não consigo passar pela chaminé...




Menino Pobre



João era um menino pobre que mandou uma carta para Papai Noel. Assim que a carta chegou ao correio, os funcionários, sem terem para quem mandar a carta, resolveram abri-la. Nela, João dizia que não queria presentes e sim R$ 200,00 para comprar remédios para sua mãezinha que estava muito doente. Disse também que era pobre, porém trabalhador, e que tinha sido um bom menino durante o ano.
O pessoal do correio, sensibilizado com tamanha pureza, fez uma vaquinha e, cata daqui, pede de lá, angariou R$ 100,00, que foram enviados a João em nome de Papai Noel. Passado algum tempo, eis que chega uma outra carta de João para Papai Noel. A carta dizia: "Caro Papai Noel, muito obrigado pelo dinheiro que o senhor me mandou. Minha mãe já está melhor e manda agradecer. Gostaria apenas de lhe pedir um favor: da próxima vez que o senhor mandar dinheiro para mim, entregue diretamente no meu endereço, pois aqueles filhos da mãe do correio passaram a mão em metade da minha grana!"




Chamado de Papai




O marido tenta se explicar:
— Juro, querida, essas crianças me chamam de "papai" simplesmente por carinho. Não há absolutamente nada além disso. Sem falar de que na minha idade...
— Não interessa! Você não vai me convencer, Noel!





Menino com Dúvidas


O menino pergunta à mãe:
— Manhê! É a cegonha que me trouxe para o mundo?
— É, meu filho!
— E é Jesus que nos dá o pão de cada dia?
— Sim, meu amor!
— Mais uma coisa. É o Papai Noel que dá os brinquedos no Natal?
— É isso mesmo!
— Então para que serve o papai?





Sexo ou Natal


Dois velhinhos conversando:
— Você prefere sexo ou Natal?
— Sexo, claro! Natal tem todo ano, enjoa.





Presente de Natal


Uma semana depois do Natal, o primo granfino foi visitar o primo caipira. Chegando lá ele disse:
— Oi primo. Como passou o natal? E o que ganhou de presente?
E o primo caipira respondeu:
— Ah, eu passei bem. Não ganhei nada não.
O primo granfino falou:
— Eu ganhei um Ipod.
E o primo caipira respondeu:
— Oh, também ganhei isso aí da sua irmã, a prima.
— Mas como? De que marca? — Perguntou o granfino.
— É que no dia do Natal, eu e a prima tava tomando banho de cachoeira. Aí eu fui devagarinho, cheguei por trás e a prima falou: Aí pode. Mas ó primo, não sei se isso tem marca não. Mais aqui nóis chama de cu mesmo…





Presente para a Namorada


No velho bar de sempre, os três amigos bebiam e conversavam:
— Acabei de comprar um colar de ouro com brilhantes e um anel de rubi pra minha namorada — disse o primeiro deles. — Sabe como é, se ela não gostar do colar, pelo menos vai gostar do anel.
— E eu acabo de comprar um celular pra minha namorada — disse o segundo. — Mas, por via das dúvidas, comprei também um vídeo cassete. Se não gostar do celular, vai gostar do vídeo.
— E eu comprei pra minha namorada uma camiseta da Hering e um vibrador.
— Pra quê o vibrador? – perguntaram os amigos.
— Se não gostar da camiseta, ela que se foda!





Presenteando a Professora




Último dia de aula, os alunos resolvem presentear a professora.
O filho do dono de uma doceria entrega-lhe uma caixa. Ela dá uma sacudidinha:
— São bombons?
— Acertou, professora!
A filha do dono da livraria entrega-lhe o seu embrulho.
— Esse está pesado. Acho que é um livro...
— Acertou, professora!
O filho do dono do bar entrega-lhe o seu presente. Ela nota um pequeno vazamento na embalagem, passa o dedo, apanha uma gota, experimenta e arrisca:
— É um vinho?
— Não, professora.
Ela experimenta mais uma gota.
— É um uísque?
— Também, não...
— Desisto! O que você me deu?
E o menino:
— Um cachorrinho...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain