sábado, 29 de dezembro de 2012

AO AMAR A ALGUEM AMO A MIM MESMO

*) Ucho Haddad –
Em relação ao amor nem preciso destacar que sou mais radical. Já externei este viés da minha personalidade, de forma absolutamente clara, em meus poemas. Só está pronto para amar alguém aquele que consegue se amar. Ao amar alguém amo a mim mesmo. Se trair esse amor, trairei a mim. Amar não permite aliases, exceções, permissividades, traições, dúvidas e outros quetais. Amar não é o que parece a olhos terceiros, não é o que os outros enxergam. É a melhor paisagem do coração, mesmo que com prazo de validade. É o que um sente pelo outro e vice-versa. É uma história única a dois, é um sonho comum, é uma realidade dual. Amar é uno, é olhar na mesma direção sem deixar de olhar duplamente para si.
Os que também me conhecem na intimidade sabem que sou contra a prostituição. Seja ela como for. Há quem se prostitua sexualmente, profissionalmente, emocionalmente, financeiramente. Há os que se prostituem em relação ao time do coração, os que prostituem o próprio coração. Há os que prostituem a consciência, a dignidade, a própria história, a crença, a honradez, os admiradores. Prostituem até mesmo a raiva dos adversários, a ira dos inimigos.


Continue lendo essa maravilha aqui: http://ucho.info/o-meu-conceito-de-fidelidade-o-miche-mais-caro-do-mundo-e-a-traida-mais-endinheirada-do-planeta 

Postado por Tereza do Politica sem Medo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain