quinta-feira, 1 de novembro de 2012

#BOMBA! Marcos Valério foi ameaçado de MORTE e envolve #LULA no MENSALÃO

Por Carlos Parrini

Tá parecendo um filme daqueles que tem um Poderoso Chefão, quadrilhas de Mafiosos e muitas mortes.
Já ví esse filme antes. O Prefeito Celso Daniel do PT, por exemplo, sabia demais e foi morto. Coincidentemente, 7 testemunhas de acusação que também sabiam demais, morreram. 
Se um filme sobre essa história fosse feito, daria mais IBOPE que o Filme "LULA, o filho do Brasil, ou que o Livro "LULA, o chefe" que vocês podem baixar AQUI


Agora chegou a vez de Marcos Valério morrer e sua história ser contada. Antes disso, ele já gravou um vídeo falando tudo, já pediu para entrar para o sistema de proteção, quer participar da Delação Premiada, quer mudar de cabelo, barba e bigode para não ser morto e etc.
O fato que ninguém aparece para defender o condenado que já está estrebuchando vivo. Mas antes de virar presunto, já está acusando LULA, PALOCCI e metade da torcida do America.
A coisa para o lado dos Mafiosos, digo, quadrilheiros, está complicada pelas revelações bombásticas que podem chegar nas mãos do Carrasco dos Mensaleiros, o Procurador Geral Roberto Rangel. Isto está assustando a Organização criminosa que está agindo dentro de Brasília. 


Esta preocupação atinge alguns congressistas que fazem parte da base alugada e da quadrilha, tanto que querem abafar a CPI do Cachoeira, pois o MENSALÃO já está fazendo um estrago devastador entre eles. Essa CPI, atrapalharia inclusive os Planos de Dilma, Sergio Cabral e muitos beneficiários destas gangues, nas Eleições de 2014. Vejam que não querem quebrar o Sigilo Fiscal da DELTA que depositou R$ 400 milhões nas contas de 3 empresas fantasmas. Isso e o Envolvimento de Carlinhos Cachoeira como Sócio oculto da Delta, já seriam motivos mais que suficiente para se aprofundarem e prorrogarem a CPI. Sem falar no PAC da Dilma pagando R$ 4 Bilhões a Delta, Sergio Cabral e Eduardo Paes entregando quase todas as Obras do Rio para essa empresa, a Dancinha dos guardanapos em Paris de Cabral, Cavendish e cia e porae a fora.
O Congresso também poderia ser inspirador de um filme, seja pelas pizzas, seja por Tiriricas e Sarneys, sejam pelos arquivamentos de cassações e impeachments, seja de torpedos blindando governadores ou seja  pela Dancinha da PTista comemorando a corrupção.


Bom, embora alguns filmes e livros com LULA, Celso Daniel e  Congresso pudessem agradar principalmente os abestados, o filme "Marcos Valério, o publicitário que tinha medo de morrer", poderia ser campeão de bilheteria e até ganhar um OSCAR por tanta podridão inclusa.


Vejam a matéria que trouxe para compartilhar com vocês:

'Cérebro' do 'Mensalão' envolve Lula da Silva

Valério pede protecção por temer ser morto
O responsável do esquema de corrupção que ficou conhecido como 'Mensalão', Marcos Valério, teme ser assassinado e num depoimento dado ao Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, em Setembro mas só agora tornado público e no qual envolveu o nome do ex-presidente Lula da Silva, pediu protecção. Valério afirmou que está ameaçado e que teme ser morto por saber de mais.
Por: Domingos Grilo Serrinha, Correspondente no Brasil
O depoimento, solicitado pelo próprio Valério, ocorreu em data não divulgada do mês de Setembro, mas foi mantido em sigilo até agora, quando a informação saiu para a imprensa. Nele, o publicitário cujas empresas foram usadas para branquear dinheiro desviado de empresas públicas por aliados de Lula da Silva citou várias vezes o nome do ex-presidente, dando a entender que sabia das fraudes.
Valério também envolveu o nome do ex-ministro de Lula e de Dilma, António Palocci, demitido pela actual presidente depois de uma chuva de denúncias de enriquecimento ilícito. Palocci e Lula não constam no processo do 'Mensalão' que está a ser julgado desde o dia 2 de Agosto no Supremo Tribunal Federal, em Brasília.
No âmbito desse processo, Valério já foi condenado a 40 anos de prisão, e a pena pode aumentar ainda mais nos próximos dias, quando o Supremo, que fez um curto recesso, voltar a julgar o caso. Outro condenado no processo é o ex-ministro-chefe de Lula, José Dirceu, cuja pena no entanto ainda não foi definida.
Ao falar com o Procurador-Geral da República, Valério deu a entender que sabe de muito mais do que já foi descoberto e que quer contar tudo. Mas, em troca, ele pede protecção para si e para a sua família, e redução na pena.
Aconselhado por Gurgel, Valério formalizou o pedido de acordo, ou seja, a troca de informações por segurança e redução de pena, junto ao Supremo Tribunal Federal. Os juízes, no entanto, avaliaram que nada do que ele dissesse poderia ajudar, pois os crimes atribuídos aos arguidos do 'Mensalão' estavam bastante claros e provados, tanto que dos 37 acusados 25 foram condenados.
Cabe agora ao Procurador-Geral da República avaliar a necessidade e a importância do acordo sugerido por Valério. Para Gurgel, um acordo desse tipo não entra no âmbito do actual processo, mas se Valério tiver mesmo informações novas e importantes e estiver disposto a revelá-las, elas poderão criar novos processos ou contribuir para outros ligados ao 'Mensalão' e que ainda estão na fase de investigação.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain