quinta-feira, 8 de novembro de 2012

#BOMBA! GURGEL quer a PRISÃO iImediata dos CONDENADOS no MENSALÃO

Por Carlos Parrini ...

Parece que a coisa tá feia para os corruptos do Mensalão. Pensavam que iriam ficar perambulando livres enquanto seus advogados entrassem com recursos para enrolar o processo. Mas  a Justiça não está pensando assim. Condenou, está condenado. Agora só a cadeia, o resto será encenações e tentativas de diminuírem a pena. 


E isso é bom que aconteça. Trancafiados, esses corruptos não ficarão influenciando a DILMA que está mais perdida que cachorro em caminhão de mudança. Zé Dirceu até fica enviando recados em seu BLOG dizendo que vai censurar a Mídia e coisa e tal. José Genoino está querendo assumir vaga de Deputado mesmo estando condenado. Na cadeia, por certo suas asas serão cortadas. Talvez poderão achar que a Justiça da Ditadura foi mas branda, ao anistiá-los por crimes mais graves. Mas na Justiça atual, sem choro. É cadeia mesmo.
Que sirva de exemplo para outros corruptos que ainda estão ou assessoram o poder.

Ali Babá que não sabia de nada, ninguém sabe onde está ou quem é. Só a torcida do Flamengo sabe.

Leiam a matéria que está rolando na NET:


Gurgel vai pedir prisão imediata dos condenados no mensalão

Procurador-geral avalia que pedido de entrega dos passaportes é normal no processo penal
Evandro Éboli, O Globo
O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta quinta-feira que irá reforçar o pedido de prisão imediata dos condenados no julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O procurador esteve em evento na manhã de hoje no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).
- Não é uma questão de necessidade (pedir a prisão imediata), mas de dar efetividade à decisão (da condenação). E a Procuradoria Geral da República vai continuar insistindo com a prisão.

FONTE:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain