segunda-feira, 15 de outubro de 2012

#BOMBA! Governo empresta R$ 1,5 Bi ao POBRE EIKE BATISTA.

Por Carlos Parrini...

Não é a toa que Eike Batista passou a ser um dos homens mais ricos do mundo. Da Fortuna deixada por seu pai, Eliezer Batista, chegou a 1 Bilhão. Depois que foi adotado pelo PT, passou milagrosamente para R$ 50 Bi, mexendo com coisas que jamais trabalhou na vida como Petróleo e construções de Plataformas. Graças a bilhetes premiados, isto é poços do pré sal em águas rasas e cheios de Petróleo e contratações para construções de Plataformas Marítima sem conhecer do negócio, conseguiu se transformar no 7º homem mais rico do mundo. Para melhorar a situação do Eike, dos agora R$ 4,2 Bi que recebeu do Governo, só colocou de seu Bolso só 12,5%. Ou seja, os 87,5% que lhe foi financiado com juros simbólicos, estão saindo do nosso bolso.


E assim vai, esmolas pra gente, mortes em hospitais, falta de educação e baixos salários para aposentados e professores e muitas outras sacanagens contra o povo. Agora para ricos, especuladores, corruptos e cumpanheiros, tem dinheiro pra dar e vender. Voces pensam que eles não recebem nada em troca? Será que Eike Batista conseguiu tudo isso num passe de mágica, porque é bonito ou tem uma ferrari na garagem? Sonhem, mas não se esqueçam que integrantes do Governo estão sendo condenados por corrupção. Vão prender só parte da quadrilha, outra parte continua no Governo.


Vejam os excelentes comentários feitos pelo Engenheiro, Professor e Blogueiro, Ossami Sakamori:

EIKE BATISTA OBTÉM MAIS R$ 1,5 BI DE FINANCIAMENTO SUBSIDIADO

O FMM (Fundo da Marinha Mercante) garantiu um empréstimo adicional de R$ 1,5 bilhão para a OSX, empresa de estaleiros e afretamento do grupo EBX, do empresário Eike Batista. Com este financiamento, os recursos públicos do projeto passam a corresponder a 87,5% do total. O novo financiamento vem se somar à linha de R$ 2,7 bilhões fornecida pelo FMM no ano passado, e repassada pelo BNDES e CEF (Caixa Econômica Federal) à OSX. Fonte: Folha

A trajetória do menino Eike Batista, começou em 1994, com o episódio da privatização da Companhia Vale do Rio Doce, hoje denominado simplesmente de Vale S.A.  À época da privatização, o menino Eike Batista, filho do presidente Eliezer Batista tentara arrematar a Vale, no leilão de privatização da Companhia, no entanto, vetado pela equipe do FHC.  Da tentativa saiu-se frustrado.  Quem levou a Vale foram as fundações das estatais e o Bradespar em conjunto com o grupo japonês Mitsui.  Corre-se a notícia de que, em razão da tentativa frustrada, o menino Eike levou a cópia do inventário de principais jazidas minerárias da própria Vale, cujo acesso fora permitido pelo pai Elezer.  

Magoado com a tentativa frustrada na privatização da Vale S.A., o menino Eike Batista, se uniu à oposição liderada à época pelo ex-presidente Lula.  E dali que nasceu a relação de "padrinho" para com o "afilhado".  Os fatos posteriores, demonstram claramente, que houve favorecimento para concessão e ou transferência de direitos minerários, incluindo o petróleo.  O fato de menino Eike Batista se tornar, em apenas 9 anos e 9 meses, bilionário, em dólares americanos, nada é novidade.  Hoje, frequenta a lista dos mais ricos do mundo, segundo lista da revista Forbes.

Em qualquer parte do mundo, denota o fato de menino Eike Batista, conseguir concessão na exploração de petróleo, sem ter antes extraído nenhuma gota do precioso óleo, via empresa denominada por ele de OGX.  Nenhuma novidade, o fato do menino conseguir, também,  encomendas da dezenas de plataformas de petróleo, sem ter o estaleiro e sem ter construído nenhuma delas antes.  E de sobra, a empresa OSX consegue financiamento subsidiado para instalação da fábrica de plataforma num montante de 87,5% do investimento de R$ 4,8 BI.  Nem é preciso comprovar que houve ingerência do "padrinho" Lula e "madrinha" Dilma para que o "afilhado" fosse beneficiário do financiamento subsidiado do sistema BNDES e CEF, denominado por mim de Bolsa Empresário.  

Vocês ainda tem dúvida de que o Lula e a presidente Dilma são os padrinhos patrimonial do menino Eike Batista?

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12 


Com o apoio de Zé Dirceu, Mensaleiro condenado, Eike comprou o poço premiado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Se não Compartilhar, poucos saberão!!!




Curta, comente e compartilhe no FaceBook e apareça aqui:

Ratings and Recommendations by outbrain